quarta-feira, 31 de março de 2010

UMA BENÇÃO CHAMADA PERDÃO












Inicialmente, chamo a vossa atenção para algumas lições sobre perdão, de vital importancia, nos ensinadas por Jesus:

1. A lição da reciprocidade

Mais, uma vez voltamos a este ponto nesta lição bíblica deste dia, em razão de sua importancia fundamental e de suas implicações eternas. Em resumo, não somos perdoados por Deus, se não perdoamos.
Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores (Mt 6:12)
E, quando estiveres orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas. (Mc 11:25,26)
Perdoar é ministrar vida e misericórdia. Se não perdoamos, seremos alvo do juízo divino, com um surpreendente detalhe: juízo sem misericórdia, conforme lemos em Tiago 2:13 Porque o juízo será sem misericórdia sobre aquele que não fez misericórdia, e a misericórdia triunfa no juízo.

2. A lição da sinceridade

Quantas pessoas que dizem: Eu perdoo, mas não esqueço...perdoo mas, estou cheio de ressentimentos...perdoo, mas não consigo olhar para a pessoa que me ofendeu, etc. Este tipo de perdão, não é o ensinado por Cristo. Imaginemos, se Deus nos perdoasse assim.
O perdão incondicional e sincero é aquele ministrado de todo o coração. Assim vos fará também meu Pai celestial, se de coração não perdoardes, cada um a seu irmão, as ofensas (Mt 18:35)

3. A lição da longanimidade

Um coração cheio de perdão é um coração longanimo, isto é paciente. Quando Pedro perguntou a Jesus, quantas vezes deveriamos perdoar o nosso ofensor. Interessante é que ele nem espera a resposta do Mestre, e já faz outra pergunta: Até sete vezes.
Pelas páginas do Evangelho, sempre encontramos um Pedro ríspido e duro, mas neste caso, muitos diriam, que ele foi até bem generoso. (Mt 18:21)
Pedro, como todo judeu de seu tempo, eram ensinados que uma pessoa devia perdoar o seu ofensor tres vezes. Pedro deve ter pensado: Bem, o usual é tres...Mas, eu multiplico por dois e ainda acrescento mais um, e dá sete. Isto é mais que generoso.
Para sua surpresa, Jesus lhe diz: Não te digo que até sete, mas até setenta vezes sete.(Mt 18:22). Em outras palavras, Jesus nos ensina que o verdadeiro perdão é ilimitado, sendo isto somente possível, quando estamos em Cristo, cheios de seu amor e graça (Fl 2:1-5)

4. A lição da resposta da oração

Um número considerável de crentes, cujas súplicas e orações não são respondidas por Deus, em decorrencia da falta de perdão no coração.
E, Jesus respondendo, disse-lhes: Tende fé em Deus. Porque em verdade vos digo que qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito. Por isso, vos digo que tudo o que pedirdes, orando, crede que o recebereis e te-lo-eis.
E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.
Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, não vos perdoará as vossas ofensas. (Mc 11:22-26)


Pensemos agora nos resultados maravilhosos, quando o perdão é ministrado:

AS BENÇÃOS DO PERDÃO

1. Acesso ao perdão divino

Ao perdoar, imediatamente desfrutamos o perdão de Deus em nossa vida. O Salmo 130:4 declara que com Deus está o perdão, e sabendo disto, perdoemos para que o perdão para nós jamais seja retido por Ele, em decorrencia de nossa falta de perdão (Cl 3:12,13)

2. Plena liberdade em Cristo

O perdão tem o poder de libertar o ofendido e o ofensor. Liberta o ofendido da mágoa e do rancor e o ofensor, de uma consciencia culpada, que tantos males provoca a sua vida.
Perdoar é como soltar as amarras do navio e deixá-lo navegar em mar aberto.
Com o perdão liberado, ambos entram pela Porta, que é Jesus (Jo 10:9) e desfrutam de tres grandes bençãos:
-Salvação – quem entrar por mim, será salvo
- Liberdade espiritual – entrará e sairá
-Alimento da Palavra – e achará pastagens
Irmãos, não nos privemos destas bençãos, mas vivamos o pleno perdão.

3. Saúde integral

O perdão não somente traz saúde para a alma e espírito, mas também para o corpo físico.
Quantas pessoas, por não perdoarem, levam por anos e anos uma vida de frequentes enfermidades, tais como: Cefaléia, constantes dores pelo corpo, hipertensão arterial, úlceras estomacais, etc...
Pesquisadores da Universidade de Stanford, desenvolveram um estudo em 259 pessoas que estavam enfermas, ministrando a elas o valor do perdão para uma vida feliz. Trabalharam com este grupo por seis semanas. Ao término das palestras, chegaram ao incrível resultado:
- diminuição de dores de toda a ordem, desaparecimento do stress emocional e dores nas costas, cura de enxaquecas, volta a normalidade da pressão arterial.
Perdoar é o caminho mais rápido para melhorar a qualidade de vida, não nos esqueçamos disso. A falta de perdão adoece, o perdão traz alegria e esta por sua vez, é a medicina divina para nos curar.
O coração alegre serve de bom remédio, mas o espírito abatido virá a secar os ossos. (Pv 17:22)


4. Comunhão restaurada

O Salmo que celebra a comunhão entre os irmãos é o Salmo 133, onde o rei Davi alegra-se pela benção de ver unidos os irmãos. Enquanto preconceitos e discórdias, fragmentam a comunhão fraternal, por sua vez o amor e o perdão agem como divina argamassa que une uns aos outros.
Quando o perdão triunfa sobre a razão de cada parte, o Nome do Senhor é glorificado e a comunhão é restaurada.
Revestí-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão e loganimidade. Suportando-vos uns aos outros e perdoando-vos uns aos outros, se algum tiver queixa contra outro, assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revestí-vos de caridade, que é o vínculo da perfeição. (Cl 3:12-14)


CONCLUSÃO

“Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como Deus vos perdoou em Cristo.” (Ef 4:32).

Conta uma lenda árabe, que dois amigos viajavam pelo deserto, tudo ia bem até iniciarem uma séria discussão que terminou em agressão física. Um deles, ofendido, sem nada dizer, escreveu na areia: Hoje, meu melhor amigo me bateu no rosto. Seguiram viagem, e logo em seguida chegaram a um oásis, resolveram tomar um banho para se refazerem. O que havia sido esbofeteado começou a se afogar e imediatamente foi salvo pelo seu amigo. Logo após, estando são e salvo, pegou sua faca e escreveu numa das rochas que ali havia: Hoje, o meu melhor amigo salvou-me a vida. Intrigado o amigo perguntou: - Por que, depois que bati em seu rosto, você escreveu na areia e, agora, escreveu na pedra ?
Sorrindo, o outro amigo respondeu: - Quando um amigo nos ofende, devemos escrever na areia, onde o vento do esquecimento e do perdão se encarregam de apagar; porém, quando nos faz algo grandioso, devemos gravar na pedra da memória do coração, onde nenhum vento poderá apagar.


Pastor Marcos Antonio

PRINCÍPIOS QUE NÃO DEVEMOS ESQUECER NA VIDA DE ORAÇÃO















Jesus nos ensina princípios sobre a vida de oração, na memorável e modelar Oração do Pai Nosso - (Mt 6:6-15):

1. O princípio da paternidade divina – Pai Nosso

Somos filhos (1 Jo 3:1), Somos da Familia de Deus (Ef 2:19), Ele é o Nosso Pai, e como filhos podemos falar com Ele (Mt 6:9)

2. O princípio da Autoridade divina – Ques estás nos céus

Quando reconheço que o Senhor está acima de tudo, podemos suplicar suas bençãos e seu cuidado (Sl 121:1,2)(Jó 42:1,2)

3. O princípio da Reverencia – Santificado seja o teu Nome

Nenhuma oração é eficaz quando se desreipeita o sagrado, quando não se reverencia o Nome do Senhor (Ex 20:7)

4. O princípio da Prioridade – Venha o teu Reino

Jesus nos mostra que antes de pedirmos qualquer coisa para nós, devemos ter em nossa escala de prioridades o seu Reino (Mt 6:33)

5. O princípio da Submissão – Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu

Devemos estar preparado para a resposta que Deus pode nos dar quando oramos: Ele pode dizer: Sim, não e espere. Entender e aceitar esta verdade é submeter-se a sua Soberania, sabendo que Ele sempre fará o melhor por seus filhos (Rm 8:28)

6. O princípio da Providencia – O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.

Estejamos sempre convictos de seu cuidado para conosco (1 Pe 5:7), e que sempre suprirá todas as nossas necessidades (Fp 4:19)(Ex 23:25)(Sl 23:1)(Sl 37:25) (Hb 13:5)


7. O princípio do Perdão recíproco – Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores

Um terrível engano é pensar que podemos vivenciar o perdão divino, enquanto cheios de ressentimentos e rancores, não perdoamos quem nos ofende. O texto bíblico é claro, o Senhor está nos dizendo que somos alcançados pelo seu perdão, quando há reciprocidade de nossa parte com relação aos nossos deverdores (Mt 6:14,15)

8. O princípio da confiança na Proteção divina – E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal

Sabemos que enquanto estivermos neste corpo do pecado, somos constantemente tentados pelo mal. Devemos, portanto, vigiar (1 Co 10:22) e suplicar pela proteção e pelo livramento de Deus (Jd 24)


9. O princípio da Adoração verdadeira - Porque teu é o reino, e o poder e a glória para sempre. Amém!

Pastor Marcos Antonio

terça-feira, 23 de março de 2010

QUE É O TEU AMADO MAIS QUE O OUTRO AMADO ?

“QUE É O TEU AMADO MAIS DO QUE O OUTRO AMADO ?”
Ct 5:9

Introdução:
 Cantares é o livro da celebração do amor, quando as mais lindas declarações brotam do coração.

 Cantares é também um livro profético, pois de forma alegórica aponta para o perfeito amor entre Cristo e sua Igreja (que somos nós).

 Cantares não pode ser ignorado – Primeiro, porque está na Bíblia – Segundo, porque a Escritura Sagrada diz: Rm 15:4; 2 Tm 3:16

 Cap. 1 – “Melhor é o seu amor do que o vinho...” – Ct 1:2
Cap. 2 – “A sua bandeira sobre mim era o amor.” – Ct 2:4
Cap. 3 – “Vistes aquele a quem ama a minha alma ?” – Ct 3:3
“....logo achei aquele a quem ama a minha alma... – Ct 3:4
Cap. 4 – O amado declara todo seu amor por sua amada esposa
Cap. 5 – A esposa cheia de amor, após intensa procura pelas ruas de Jerusalém por seu amado; encontra algumas das filhas de Jerusalém, e pergunta a elas:
“Se vocês encontrarem o meu amado, digam que estou enferma de amor” (Isto é, morrendo de amor...)

 Diante do que ouvem da amada esposa – As filhas de Jerusalém admiradíssimas em notar um amor tão extremo da Sulamita de Salomão – Então dizem umas às outras: “Como ela o ama !...” “Ela o ama demais” “Por que o ama tanto assim ?...

 Então elas lhe fazem a seguinte pergunta:
“QUE É O TEU AMADO MAIS DO QUE O OUTRO AMADO ?”

 “Por que o consideras tão singular ?”
“Por que o tens como único ?”
“Por que o tens como especial, inigualável ?”
“O que o teu amado é mais do que os outros ?”

 Estamos vivendo dias em que o nosso amor a Jesus, está sendo colocado em prova – Se o amamos ou não...

 Se você não ama a Jesus (O amado de nossas almas) – o mundo não perguntará nada a respeito...Porque você não demostra que o ama.

 Se você o ama, apenas de maneira superficial – também nada te perguntarão

 No entanto, se você amar a Jesus de todo o teu coração – O mundo irá notar...
- Ilustr: (É clarividente notável quando alguém está amando – Pois existe alguns sinais indisfarçaveis: Olhar distante...Olhar contemplativo...Olhos que brilham...Perda do sono...Perda do apetite...etc...

 As filhas de Jerusalém notaram o profundo e sincero amor naquela jovem...Por isso perguntaram: “QUE É O TEU AMADO MAIS DO QUE O OUTRO AMADO ?”


 Esta pergunta é feita para ti IGREJA esta noite, a respeito de teu Amado – Jesus Cristo – Nosso querido Salvador e Senhor. “QUE É O TEU AMADO MAIS DO QUE O OUTRO AMADO?”




1. O MEU AMADO É O MAIS FORMOSO

“Ele é o mais formoso entre milhares” – Ct 5:10

• Versão Internacional – “Ele se destaca entre dez mil...”
• Linguagem de Hoje – “Entre dez mil o meu amado é o mais bonito e forte.”

• Ele é tão formoso que o escritor aos Hebreus declara que “Ele(Jesus) é mais sublime que os céus.” - Hb 7:26 “Porque nos convinha tal sumo sacerdote, santo, inocente, imaculado, separado dos pecadores, e feito mais sublime do que os céus.”

• - Céus – no plural:
- Ele é mais sublime que o 1º. Céu – O atmosférico
- Ele é mais sublime que o 2º. Céu – O astronômico
.Sl 19:1,2 – Comente sua beleza
.Ilustr: Armstrong exclamou: A Terra é azul
- Ele é mais sublime que o 3º. Céu – O Céu dos céus –
Ne 9:6
- .Descreva a beleza do Céu – Ap 21 e 22

• Ele é Sublime – Is 57:15 “Assim diz o Alto e Sublime...”

• A Beleza de Cristo é algo fascinante – Mt 17.........Ap 1:13-20......Sl 27:5

• O Irmão Josias Menezes escreveu o inspirado Hino: “O ROSTO DE CRISTO.”, que em meio a inspirada descrição da beleza do Senhor, diz: "Eu creio num Cristo de rosto alegre !"



2. O MEU AMADO É O MAIS UNGIDO

“Amaste a justiça e aborreceste a iniqüidade, por isso Deus, o teu Deus te ungiu com óleo de alegria mais do que teus companheiros.” – Hb 1:9

• Ninguém é mais ungido do que Jesus. Porque somente Ele possui o que se chama de Unção plena – Hb 1:9

• Mais ungido do que qualquer anjo – Hb 1:4
“Feito tanto mais excelente do que os anjos, quanto herdou mais excelente Nome do que eles...”

• Mais ungido que todos os santos de toda a Bíblia – Note, Hb 1:9 declara que Jesus foi mais ungido que todos os seus companheiros.


• VERDADES A RESPEITO DA UNÇÃO DE JESUS:

1º.) Jesus foi ungido pelo Espírito Santo para o Ministério
- No dia de seu Batismo – Mt 3
- Em seguida é levado pelo Espírito ao deserto – Mt 4
- Regressa a Nazaré (Entra na sinagoga) toma o livro do profeta Isaías e lê diante de todos:
“O Espírito do Senhor é sobre mim, pelo que me ungiu para evangelizar os pobres, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a apregoar liberdade aos cativos, a dar vista aos cegos, a pôr em liberdade os oprimidos, a anunciar o ano aceitável do Senhor.”

.Foi o apóstolo Pedro quem disse na casa de Cornélio diante dos gentios, Atos 10:38 - “Como Deus ungiu a Jesus de Nazaré, com Espírito Santo e com virtude; o qual andou fazendo o bem e curando a todos os oprimidos do diabo, porque Deus era com Ele.”

2º.) A Unção de Jesus foi plena – Hb 1:9
- À luz da Bíblia, ninguém reuniu as 3 principais unções: A de profeta – a de sacerdote e a de rei.(Profética – Sacerdotal e a Real)


3. O MEU AMADO É O MAIS VALENTE

“Quando o valente guarda, armado, a sua casa em segurança está tudo quanto tem. Mas, sobrevindo outro MAIS VALENTE do que ele e vencendo-o, tira-lhe toda a armadura em que confiava e reparte os seus despojos.” (Lucas 11:21,22)

1. O valente deste texto é o diabo, que veio roubar, matar e destruir – Jo 10:10

2. O MAIS VALENTE que vence o valente é Jesus, Varão de guerra e poderoso na guerra – Ex 15:3; Sl 24:8

3. O MAIS VALENTE veio desfazer as obras do valente – 1 Jo 3:8

4. Portanto, através dele temos a plena vitória sobre o diabo e seu exército – 1 Co 15:57; Ap 12:11


Pastor Marcos Antonio

quarta-feira, 17 de março de 2010

SINAIS DA VERDADEIRA PROSPERIDADE - Jó 29:1-6


Jó 29:1-6














Jó 29:3 “Quando fazia resplandecer a sua candeia sobre a minha cabeça, e eu com a sua Luz caminhava pelas trevas.”

1. A GLÓRIA DE DEUS

a) Jó revela que havia um resplendor (brilho) de Deus na sua vida

 Quando voce le na Bíblia que Deus resplandeceu o seu rosto – Nm 6:24-26 “O Senhor resplandeça o seu rosto sobre ti” (O Texto original Hebraico - Dá a idéia de Deus sorrindo...)

 Deus sorriu para Moisés - Ex 34:29 “Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia depois que o Senhor falara com ele.”

 Deus sorriu para Estevão – At 6:15 “...viram o seu rosto como o rosto de um anjo.”

 Deus Pai sorriu para o Filho no Monte da Transfiguração – Mt 17:2 “...e o seu rosto resplandeceu como o sol, e as suas vestes tornaram brancas como a luz.”

 Deus sorriu para sua Igreja – Mt 5:14 “Vós sois a luz do mundo”; 2 Co 3:18 “Mas, todos nós de cara descoberta, refletindo, como um espelho, a Glória do Senhor; somos transformados de glória em glória, na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor.”

b) Nesta manifestação da Glória de Deus na sua vida, Jó descobre que Deus tem uma Candeia – “Quando fazia resplandecer a SUA CANDEIA sobre a minha cabeça...”

 A Glória de Deus nos identifica – “...e eu com a sua Luz caminhava pelas trevas...” – Mt 5:16; Fp 2:15; 1 Ts 5:5



Jó 29:4 “Como era nos dias da minha mocidade, quando o segredo de Deus estava sobre a minha tenda.”

2. A REVELAÇÃO DE DEUS

a) A palavra SEGREDO neste texto em todo texto Hebraico do A.Testamento, significa literalmente: AMIZADE (Sl 24:14)

b) Amizade é a porta de entrada dos segredos. Abraão é chamado na Bíblia de AMIGO DE DEUS – 2 Cr 20:7; Is 41:8; Tg 2:23

 - Gn 18:17 “Ocultaria Eu a Abraão o que faço ...”

1a.) A Revelação da Obra de Cristo – Gn 22....Jo 8:56
2ª.) A Revelação da Nação de Israel – Gn 15
3ª.) A Revelação da Nova Jerusalém – Hb 11:10

c) Servos......promovidos a AMIGOS – Para revelar-lhes segredos – Jo 15:16 “ Já não vos chamarei servos, porque o servo não sabe o que faz o seu senhor, mas tenho-vos chamado amigos, porque tudo quanto ouví de meu Pai vos tenho feito conhecer.”

 Jesus chamou: Multidão – 70 – 12 – 3 – 1 (João....Apocalipse)
 Pergunta o Espírito Santo: “O segredo de Deus está na tua tenda...” – É glorioso, quando temos a Revelação de Deus em nossa vida:

- Mt 11:25 “Graças te dou, ó Pai, Senhor do Céu e da Terra, que ocultastes estas coisas aos sábios e aos entendidos, e as revelastes aos pequeninos.”
- Pv 3:32 “Porque o perverso é abominação para o Senhor, mas com os sinceros está o seu SEGREDO.”
- Jr 33:3 “Clama a mim e responder-te-ei, e anunciar-te-ei, coisas grandes, e firmes, que não sabes.”
- Ap 4:1 “Depois destas coisas olhei, e eis que estava uma porta aberta no Céu; e a primeira Voz, que como de trombeta ouvira falar comigo, disse: Sobe aqui, e mostar-te-ei as coisas que depois destas devem acontecer.”
1 Co 2:9,10 - “As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam. Mas, Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus.”



Jó 29:5 “Quando o Todo Poderoso ainda estava comigo...”

3. A PRESENÇA DE DEUS

a) A Presença de Deus é insubstituível – Ex 33:15

b) A Presença de Deus é confortadora – Ex 33:14 “Noak”

c) A Presença de Deus é vitalizadora – (Miss.Ascendino)

d) A Presença de Deus é protetora – Sl 46:1; Sl 57:1; Sl 91:1; Sl 23:4; Is 43:2

e) A Presença de Deus é constante – Hb 13:5; Mt 28:20

f) A Presença de Deus é provedora – Jó 29:5 “Todo Poderoso (El Shaddai – vem de Shad: seio materno) – Só a Presença de Deus para nos alimentar e nos sustentar !

g) A Presença de Deus é Poderosa – Ap 1:13-17




Jó 29:5 b “...e os meus meninos ao redor de mim.”

4. A FRUTIFICAÇÃO ESPIRITUAL PARA DEUS

a) Lembremo-nos que Jó havia perdido todos os seus filhos de maneira trágica – Jó 1; E, agora com o coração cheio de saudades – lembra dos dias passados, quando os meninos estavam com ele.

b) Quantos crentes e Igrejas – que hoje não geram mais filhos espirituais para Deus. Hoje só existem saudades do tempo em que se ganhava muitas almas para o Senhor.

c) A Igreja não pode deixar de gerar filhos – se não ela morre

 Gn 30:1 “Dá-me filhos, se não morro”
 John Knox dizia: “Senhor, dá-me a Escócia ou eu morrerei!”

d) Deus nos chamou para gerarmos filhos espirituais:

 Gl 4:19 “Meus filhinhos, por quem de novo sinto dores de parto até que Cristo seja formado em vós”
 Fm 10 “Rogo-te por meu filho Onésimo, que gerei nas minhas prisões.”
 1 Sm 1:27 “Por este menino orava eu”


e) Tres causas para não se gerar filhos:

1º.) Métodos anticonceptivos
- Falta de oração, negligencia a Palavra de Deus, etc...

2º.) Esterilidade
- Quantos crentes sem vida espiritual, estão estéreis, não podem frutificar para Deus – Jo 15:2

3º.) Separação do conjuges
- Se não temos comunhão com o Senhor, se estamos separados dEle – Como podemos gerar filhos para ele...

f) Precisamos de volta – “dos meninos ao redor de nós”

1º.) Os meninos enriquecem a casa – Sl 127 “Os filhos são herança do Senhor”
- Qual a Igreja mais pobre.....Qual a Igreja mais rica...É a que gera filhos espirituais para Deus.


2º.) Os meninos trazem alegria para a casa
- Criança é sinonimo de alegria

- Uma igreja torna-se triste quando cessam as conversões

- Quando alguém nasce no Reino vem a alegria – Lc 15:10


3º.) Os meninos fazem barulho na casa
- Porque eles tem vida, estão saudáveis, são cheios de energia

- Zacarias 8:5,6 – Diz que Deus acha maravilhoso, criança brincando e fazendo barulho.

- Cuidemos Igreja – para que pela falta de meninos espirituais – os nossos cultos se tornem formais e sem vida...



Jó 29:6 “Quando lavava meus passos em mateiga...”

5. A PALAVRA DE DEUS

a) A manteiga na Bíblia é simbolo da Palavra de Deus

Observe outros símbolos da Palavra de Deus:

 Para Israel – Leite e Mel – Ex 3:8

 Para os pecadores– Vinho e Leite – Is 55

 Para os recém-nascidos na Fé – Leite – 1 Pe 2:2

 Para os adultos na Fé – Alimento sólido - Hb 5:14

 Para Jesus – Manteiga e Mel – Is 7:14,15



b) Jó fala que lavava os pés na manteiga – Jó 29:5

 Não diz “coalhada” – mas, manteiga

 Coalhada não dá trabalho fazer; mas, manteiga dá trabalho – Pv 30:33 “O espremer do leite produz manteiga...”

 Exemplos de coalhada: Caixinha de promessa; Sermões enlatados (tirados de um livro, internet – obs: sem oração jejum. Sem lágrimas aos pés do Senhor por parte do pregador...)- também são pequenos exemplos de "coalhada espiritual"

 Manteiga - Fala do estudo da Palavra de Deus, fala de meditação na Palavra – Sl 1:2


Jó 29:6 “...e da rocha me corriam ribeiros de azeite. ”

6. A UNÇÃO DO ESPÍRITO SANTO

a) Primeiro – Jó ao falar desta Unção, identifica a origem da Unção; de onde ela vem – DA ROCHA

- Davi diz que o Senhor é que o unge – Sl 23:5 “Unges a minha cabeça com óleo, meu cálice transborda”

- Paulo diz que quem nos unge é Deus – 2 Co 1:21

A respeito, temos ouvido sobre os mais variados tipos de “unção” – Unção ao gosto do fregues:

• Unção do leão
Ouvi de um pastor que reside no Estado São Paulo, que relatou-me espantado sobre o que constatou em uma igreja evangélica de sua cidade: Um irmão foi até seu pastor, e informou-lhe que havia encontrado um terreno para comprar; no entanto, ainda não possuia todo o valor para comprá-lo. O pastor fez ao irmão o seguinte desafio - ir ao local do terreno. Em ato contínuo, foram, e chegando lá, o pastor disse ao irmão que aquele terreno seria dele, mediante a demarcação do território; foi o que fizeram, urinando nos quatro cantos do terreno – sob a alegação, nós temos a unção do leão.

• Unção da sétima capa
Segundo um pastor que vive aqui nos Estados Unidos, que por aberrações doutrinárias, foi excluído da Convenção americana das Assembléias de Deus; esta unção da sétima capa é algo extraordinário para quem a recebe, levando tal pessoa a um degrau elevadíssimo na comunhão com Deus e com muito crédito no Céu. Segundo este pastor, esta capa é gelatinosa e de cor verde.
Por certo todos nós, gostaríamos de saber como são as seis capas anteriores.

• Unção da águia
Seus proponentes dizem que ao receber esta unção, o ungido passa a vivenciar uma visão espiritual aguçada e profunda, sua força espiritual se multiplica conforme Isaías 40:29-31 e sua aspiração pelas regiões celestiais se torna constante e sempre real. Isto, faz com que se saia correndo pelo templo no momento do culto, de braçoes abertos, simulando o voo de uma águia.

• Unção do cai cai
Sem dúvida que muitos que foram batizados no Espírito Santo ou impactados pelo poder de Deus, não resistiram permanecer em pé, e cairam pela presença de Deus. Tenho um irmão mais velho do que eu, que ao ser batizado no Espírito Santo quando era adolescente, foi levado para casa carregado, enquanto ininterruptamente falava em novas línguas. Sobre esta questão, não tenho dificuldades de aceitar. Mas, o que não passa no crivo da Palavra de Deus, é exatamente o fato de se fazer do cai cai uma doutrina. Conheço um pregador, que somente se realiza quando prega, quando derruba pessoas no momento do apelo. Um dia perguntei-lhe a respeito, tal não foi a absurda resposta que o abençoado me deu:
- Assim como o médico deita o paciente para operá-lo, assim também Deus, derruba o crente para poder operar na vida dele.
Entendo que cair no espírito é fácil, o difícil é andar no espírito.

• Unção da lagartixa
Quando crentes tomados por suposto extase espiritual, são jogados bruscamente e ficam como que colados com o rosto e as mãos na parede do templo (como ficam as lagartixas).

Por certo, outros tipos de unção estão aí disponíveis ao gosto do fregues. Refiro-me ao crente não comprometido com a Bíblia, cujas raízes espirituais são extremamente fracas, gerando falta de vida e constante instabilidade, vive sempre desiquilibrado e por isto é facilmente enganado.

. Unção do trenzinho

Busquemos a verdadeira Unção, que segundo a Escritura Sagrada, é salutar e indispensável para nossa vida como Igreja do Senhor:
A unção que concede sabedoria – 1 Jo 2:20
A Unção que fortalece o fraco – Sl 92:10; Ef 6:10
A Unção que despedaça o jugo – Is 10:27
A Unção que traz alegria – Sl 23:5
A Unção que concede poder e autoridade – Lc 10:19
A Unção que nos capacita a sermos testemunhas de Cristo – At 1:8

“Em todo tempo sejam alvos os teus vestidos, e nunca falte o óleo sobre tua cabeça.” (Ec 9:8)


b) Segundo – Jó constata que a Unção é abundante; é muita Unção – DA ROCHA ME CORRIAM RIBEIROS DE AZEITE

- O azeite é abundante - Sl 133 (O óleo desce na cabeça, barba, até a orla dos vestidos - todo corpo era banhado pela Unção)

- 2 Rs 4:6, nos diz que o "ENTÃO O AZEITE PAROU" - Não diz que acabou, mas diz que parou. Parou, porque acabaram-se os vasos. Jamais falta azeite - Mas, o que realmente está faltando são vasos disponíveis para Deus encher.


Pastor Marcos Antonio
Hyannis, MA - U.S.A.

sábado, 13 de março de 2010

OLHAI PARA ABRAÃO


















"Olhai para Abraão, vosso pai e para Sara que vos deu 'a luz; porque sendo ele só, eu o chamei, e o abençoei, e o multipliquei." (Isaías 51:2)

Introdução:
Nossa tendencia com o passar dos anos, é nos esquecermos de quem é Deus e dos seus feitos poderosos.
Aquele que fez nascer de Abraão e Sara uma grande nação, Aquele que através da linhagem abraãmica trouxe ao mundo o Salvador, Aquele que fez maravilhas no passado como Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó - É o mesmo Deus que servimos (Hb 13:8).
O texto bíblico em pauta, fala de um divino lembrete para o povo de Israel. A exortação tinha por objetivo, tornar outra vez viva na memória de seu povo - Seis Verdades a respeito do Senhor.

1. OLHAI PARA ABRAÃO

a) Considerem o que fiz a Abraão e através dele - Gn 12:1-3
b) Notem como cumpri todas as promessas que fiz a Abraão - Gn 15:5,6; 17:1-8

2. OLHAI PARA SARA QUE VOS DEU A LUZ

a) Não esqueçam que Sou o Deus que age na impossibilidade humana - Gn 18:9-14
b) Para Deus tudo é possível - Jó 42:1,2; Lc 1:37

3. PORQUE SENDO ELE SÓ

a) O nosso Deus é o Deus que não despreza o dia das coisas pequenas - Zc 4:10
b) Perde-se a conta através da História, quantas vezes Deus obrou livramentos, trouxe Avivamento - através de um homem. Quantas vezes na dura lide do Evangelho, nos sentimos sós (o que produz em nós, abatimento); mas, que mensagem maravilhosa: ABRAÃO, SENDO ELE SÓ...e Deus de um só homem, fez grandiosas coisas.

4. EU O CHAMEI

a) Vemos aqui - O Deus que convoca, que elege, que chama - Gn 12:1-3
b) Este é a maior honra para um homem nesta Terra; ser chamado por Deus - Hb 5:4

5. EU O ABENÇOEI

a) Deus se revela também ao seu povo como o Deus da Benção - Gn 12:2
b) O Deus que abençoou a Abraão, também nos abençoa - Sl 119:68; Pv 10:22; Ef 1:3

6. E O MULTIPLIQUEI

a) Abraão conheceu o Deus da Multiplicação - Gn 15:5 "Olha agora para os céus e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua semente." (Veja - Dt 1:10; Hb 6:13,14)
b) Ele é o mesmo e não mudou: Ele multiplica as nossas forças (Is 40:29), Ele multiplica o número de salvos (At 6:7), Ele multiplica sua Igreja (At 9:31), Ele multiplica nossa oferta de amor (Lc 6:38), Ele multiplica o nosso pão (Mt 14:17-21)

Pastor Marcos Antonio

quarta-feira, 3 de março de 2010

APRENDENDO COM JESUS A SUBIR



















Lucas 24:50-52
"E levou-os fora, até Betanea; e, levantando as mãos, os abençoou.
E aconteceu que, abençoando-os ele, se apartou deles e foi elevado ao céu.
E, adorando-o eles, tornaram com grande jubilo para Jerusalém."

Introdução:

Todos nós sabemos que a busca da excelencia na vida cristã, exige de nós renúncia, despreendimento, abnegação, humildade e completa dependencia do Senhor (Jo 15:5).
Pode-se comparar a busca da excelencia a uma escalada de uma alta montanha, onde a coroação de todos os esforços é concedida ao se chegar ao topo (Mt 25:23; 1 Co 15:58).
O nosso texto bíblico básico, fala-nos da gloriosa Ascenção de Nosso Senhor Jesus Cristo ao Céu. Esta preciosa cena nos ensina maravilhosas lições de como podemos aprender a subir, crescer em nossa vida cristã e em todos os aspectos. A maneira como Jesus subiu exala verdades preciosas a todos aqueles que primam pela busca da excelencia.


1. JESUS SUBIU COM AS MARCAS DO SACRIFÍCIO

1.1 Padecimento antes, glória depois

Aquele que padeceu, sofreu e foi moído em grande dor (Is 53:1-4), subiu ao Céu, sendo recebido com honras e glórias, porque primeiro padeceu (Sl 24:7-10) (Hb 2:9).
A senda do mundo é inversa a do salvo: No mundo primeiramente se experimentam as glórias fugazes, e a posterióri, o terrível padecimento. No entanto, o salvo em Cristo, prova primeiro, o padecer e o sofrer, para depois desfrutar a glória eterna. Esta verdade é bem explicada por Jesus aos dois discípulos no caminho de Emaús: Porventura, não convinha que o Cristo padecesse essas coisas e entrasse na sua glória...(Lc 24:26).
Se sofrermos, também com Ele reinaremos...(2 Tm 2:12)
Querido(a) irmão(ã), as aluras santas ninguém pode chegar, sem primeiro passar pelo vale de lutas e aflições (Jo 16:33). Pois Deus somente nos faz crescer, como bem disse José, na tribulação: Deus me fez crescer na terra de minha aflição (Gn ) (Rm 5:3)

1.2 O caminho para o trono

Quem imagina que o caminho para o trono é pavimentado pelo conforto e margeado pelas mais lindas flores e um esplendoroso riacho, engana-se.
Que o diga José, que conheceu o caminho do trono:
O caminho do trono passa pela inveja e ódio dos irmãos(Gn 37:4)(2 Co 11:26)
O caminho para trono passa pela cova do abandono (Gn 37:19-24)(Sl 124:1-8).
O caminho para o trono passa pelo mercado de escravos (Gn 37:28).
O caminho para o trono passa pela dor da calúnia e da injustiça (Gn 39:6-20) (Is54:17).
O caminho para o trono passa pelo cárcere (Gn 39:20-23) (At 14:22)


2. JESUS SUBIU SENDO VISTO POR TODOS

2.1 O relato de Lucas é significativo em Atos 1:9,10

v.9 “E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado ‘as alturas...”
v. 10 “E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto Ele subia...”
Todos os crentes que estavam no Monte das Oliveiras naquele memorável dia, viram Jesus ser assunto aos céus. Foram testemunhas oculares de um dos maiores acontecimentos de toda a História – a subida triunfal do Senhor Jesus (Lc 24:50-52)

2.2 Aprender com Jesus a subir, é subir ‘a vista de todos.

Isto é, nosso crescimento deve ser testemunhado por nosso pastor, ministério local e igreja onde nos congregamos. Falso é o crescimento espiritual, que não é testemunhado e avalisado pela Igreja.
Paulo ao referir-se a um querido irmão que crescia em excelencia no Reino, disse dele em 2 Corintios 8:18 “E com ele enviamos aquele irmão cujo louvor no Evangelho, está espalhado em todas as igrejas.”
O crescimento espiritual e ministerial do jovem Timóteo foi confirmado por todos onde vivia: “E chegou a Derbe e Listra. E eis que estava ali um certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia que era crente, mas de pai grego, do qual, davam bom testemunho os irmãos que estavam em Listra e Iconio.” (At 16:1,2)
Não nos esqueçamos que os primeiros a testemunharem que a unção de Deus está em nossa vida, são os irmãos onde nos congregamos. É digno de nota, a experiencia vivida por Davi, quando fora ungido pelo profeta Samuel: “Então, Samuel tomou o vaso de azeite e ungiu-o no meio dos seus irmãos...” (1 Sm 16:13)


3. JESUS SUBIU GRADATIVAMENTE

3.1 Jesus subiu lentamente

Não creio que subiu como se sobe um foguete, rapidamente; pois o texto sagrado nos informa que os olhos de todos estavam fitos nEle, enquanto subia (At 1:9,10).
É preocupante aqueles que desejam subir de forma rápida, sem discipulado, sem as marcas do tempo e da experiencia.
De vez em quando estamos ouvindo de pregadores e cantores, que foram vitimados por uma queda na jornada cristã. Não se pode generalizar, mas boa parte destes casos, deve-se a falta de um crescimento cristão sustentável e uma ascensão muito rápida. O mesmo tem se dado com alguns artistas, que nem bem se convertem, já estão ministrando em muitas igrejas, inclusive, dando palestras para líderes. Não passam tempo ouvindo seu pastor, não são alunos da Escola bíblica dominical, não frequentam cultos de oração e ensino, e levantam-se para ensinar, sem passarem pelo caminho do aprendizado, o que é lamentável.
Aprendamos com Jesus, que subiu gradativamente (Rm 5:3-5)

3.2 Daví, outro precioso exemplo

Primeiro, apenas um pastorzinho de ovelhas (1 Sm 16:11), em seguida, um tangedor de harpa na casa real (1 Sm 16:14-23), diácono dos irmãos na guerra (1 Sm 16:20), pajem de armas do rei (1 Sm 16:21), vencedor de gigante (1 Sm 17:32-58), odiado pelo rei Saul (1 Sm 18:10-16), escondido na caverna de Adulão (1 Sm 22:1), rei de Israel (2 Sm 5:1-5)


4. JESUS SUBIU PORQUE PRIMEIRO DESCEU

4.1 Porque a honra é precedida pela humildade

Jesus disse a Nicodemos: “Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do Homem, que está no céu.” (Jo 3:13). Com Jesus aprendemos, que se desejamos ascender em qualquer área da vida na busca da excelencia, necessitamos trilhar o caminho da humildade. A respeito, escreveu o sábio Salomão: “Antes de ser quebrantado, eleva-se o coração do homem; e diante da honra, vai a humildade.” (Pv 18:12)

4.2 Jesus nos ensina a descer para a grandeza

No mundo secular nos deparamos sempre com a mensagem: “Cresça e apareça!”; no entanto a Mensagem do Senhor Jesus a todos nós é: “Desça e apareça !”. “Humilhai-vos pois debaixo da potente Mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte.” (1 Pe 5:7) “Humilhai-vos perante o Senhor, e Ele vos exaltará.” (Tg 4:10)


5. JESUS SUBIU ABENÇOANDO

“E aconteceu que, abençoando-os ele, se apartou deles e foi elevado ao Céu.” (Lc 24:51)

5.1 Enquanto voce sobe, abençõe

Quantas pessoas que na ansia de alcançar seus objetivos, causam tantos males para outras pessoas. São aqueles que sobem, mas sobem maltrando e destruindo. Que cena tão linda, a da Ascenção de Nosso Salvador Jesus: Com as mãos estendidas para os seus discípulos, sobe ministrando uma benção sobre eles. Aprendamos com Jesus, que o sucesso é a grande oportunidade que Deus nos dá para abençoar vidas (Gn 12:2)

5.2 Não há razão para subir, se não queremos abençoar

A exemplo, não podemos nos esquecer da história de José, que ao chegar ao trono, tendo na mão seus irmãos; poderia ele vingar-se deles, mas não o fez. Não estendeu sua mão para esmagá-los e quitar todo sofrimento que viveu por causa do ódio deles por sua pessoa, mas, estendeu as mãos para abençoa-los, perdoando-os.

“Então, José não se podia conter diante de todos os que estavam com ele; e clamou: Fazei sair daqui a todo varão; e ninguém ficou com ele quando José se deu a conhecer a seus irmãos. E levantou a sua voz com choro, de maneira que os egípcioso ouviam, e a casa de Faraó o ouviu. E disse José a seus irmãos: Eu sou José; vive ainda meu pai? E seus irmãos não lhe puderam responder, porque estavam pasmados diante da sua face. E disse José a seus irmãos: Peço-vos, chegai-vos a mim. E chegaram-se. Então disse ele: Eu sou José, vosso irmão, a quem vendestes para o Egito. Agora não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque para a conservação da vida, Deus me enviou diante da vossa face. (Gn 45:1-5)

______________________________________________________________
Mensagem que recebí do Senhor, na esperança de edificar todos aqueles que buscam a Excelencia - que visam não a sua glória e promoção pessoal, mas anelam subir para serem instrumentos de benção.

Pastor Marcos Antonio

AS RESPOSTAS DE DEUS A SEUS FILHOS















1. Por que quando pedimos mais paciencia, nos vem mais tribulação ?

- Porque somente pela tribulação vem a paciencia - Rm 5:3 "A tribulação produz paciencia"

2. Por que quanto mais desejamos a Comunhão co Deus, surgem barreiras e desafios?

- Porque as barreiras são degraus na escalada da Comunhão - Sl 119:67 "Antes de ser afligido andava errado, mas agora, guardo a tua Palavra"

3. Por que quanto mais desejamos ter Obediencia a Deus, mais sofrimento recebemos?

- Porque na escola do sofrimento aprendemos a obedecer - Hb 5:8 "Ainda que era Filho, aprendeu a obediencia, por aquilo que padeceu."

4. Por que quanto mais pedimos Vitória, mais lutas temos?

- Porque é pelas lutas que temos a Vitória - Rm 8:37 "Mas em todas estas coisas, somos mais do que vencedores, por Aquele que nos amou."

5. Por que quanto mais pedimos forças, mais fracos nos sentimos?

- Por que o poder de Deus só se aperfeiçoa na fraqueza - 2 Co 12:9 "E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza."

Pastor Marcos Antonio