sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Quatro propostas do diabo para que não sirvamos a Deus



Introdução:

       No livro do Exodo, temos o registro de como Faraó tentou de todas as formas impedir que Israel, deixasse o Egito, para servir unicamente a Deus.
Faraó fez algumas malignas propostas.  De igual modo, o Faraó de nossos dias, o diabo, faz-nos as mesmas propostas, para nos deter no Egito espiritual, este mundo de pecados:

§        1. Sirva a Deus sem perder o vínculo com o mundo 
Então clamou Faraó a Moisés e a Arão e disse:  Ide e sacrificai ao vosso Deus nesta terra (Ex 8.25)
Sabemos que a amizade com o mundo é inimizade com Deus (Tg 4.4)

§       2. Sirva a Deus, mas seja um cristão que não progride na vida espiritual
Então, disse Faraó:  Deixar-vos-ei ir, para que sacrifiqueis ao Senhor, vosso Deus, no deserto;  somente que indo, não vades longe...(Ex 8.28)
Seja o nosso desejo de irmos longe na santificação (Ap 12:11),  na oração (1 Ts 5.17),  no estudo da Biblia (Jr 15.16),  na evangelização (At 1.8), na adoração (Jo 4.20-24)

§        3. Sirva a Deus, mas não te importes com a salvação de tua família
Quais são os que hão de ir...E Moisés disse:  Havemos de ir com nossos meninos e com os nossos velhos,  com os nossos filhos, e com as nossas filhas...(Ex 10.8,9)
Não sosseguemos, até vermos toda nossa casa salva por Jesus, pois esta benção é promessa  bíblica (At 16.31)

§        4. Sirva a Deus, mas sem ofertar e dizimar
Então, Faraó chamou a Moisés e disse:  Ide, servi ao Senhor, somente fiquem vossas ovelhas e vossas vacas...(Ex 10.24)
Sirvamos a Deus com tudo que somos e temos (Sl 103.1,2), honrando ao Senhor sempre com as primicias de toda a nossa renda (Pv 3.9), sendo fiéis nos dízimos e nas ofertas para sua Obra (Ml 3.8-10)

O querido amigo,  pastor Abraão de Almeida, contou-me que certo dia  foi convidado para o aniversário de um amigo,  um querido irmão presbiteriano.  
Para externar seu carinho e seu apreço, levou um presente ao aniversariante.   Mas, este irmão era tão fiel a Deus em seus dízimos; que logo ao receber o presente,  perguntou reservadamente ao pastor Abraão:
- Meu caro irmão, seria possível saber o valor deste presente ?  Sei, que não é usual procurar saber isto. Mas, por favor meu irmão, eu preciso saber para entregar o dízimo que pertence a Deus!
Pastor Marcos Antonio

Nenhum comentário: