quinta-feira, 26 de março de 2009

O PERFIL DA IGREJA DE ÉFESO EM ATOS 20

 Paulo tinha grande amor pela Igreja de Éfeso – Paulo esteve em Éfeso duas vezes:

1ª.) A primeira vez – Foi uma rápida passagem no final de sua Segunda Viagem Missionária; em Éfeso, deixa o casal Áquila e Priscila – Atos 18:18-21

2ª.) A segunda vez – Permaneceu em Éfeso por 3 anos – ensinando todo o Conselho de Deus, não somente em público, mas de casa em casa – Atos 20


 A Igreja de Éfeso foi uma Igreja do coração de Paulo...Paulo desenvolveu uma comunhão fraternal tão profunda com aquela Igreja – que sua mensagem de despedida aos Efésios (no porto de Mileto) é uma das passagens mais emocionates e tocantes do Novo Testamento – Atos 20:17-38

- Paulo nos mostra em Atos 20 – Como a Igreja em Éfeso foi fundada, edificada:


1º.) Éfeso – foi uma Igreja que começou nas casas
At 20:20 “...ensinei-lhes tudo publicamente e de casa em casa.”

2º.) Éfeso – era uma Igreja que aprendeu desde cedo a não ser sectária (Paulo ensinou aos Efésios que na Igreja: Todos são UM EM CRISTO)
At 20:21 “Testifiquei tanto a judeus como a gregos...”

- Na Igreja as diferenças caem por terra – Cl 3:11 “Onde não há grego nem judeu (diferenças raciais), nem circuncisão nem incircunsisão (diferenças de interpretação teológica) nem bárbaro nem cita (diferenças de etnias), nem servo nem livre (diferenças sociais) – mas Cristo é tudo em todos.”



3º.) Éfeso – era uma Igreja edificada na Palavra
At 20:27 “Porque nunca vos deixei de anunciar todo o Conselho de Deus.”

- Éfeso não era uma Igreja do “oba, oba...” – Mas, da Palavra!

- Um irmão disse nestes dias: - Pastor, estou cansado destes cultos do "RECEBA!" "RECEBA!" - e, eu saio vazio.


4o.) Éfeso – era uma Igreja que tinha um bom referencial para seguir (o pastor Paulo)

Hb 13:7 “Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a Palavra de Deus, a Fé dos quais imitai; atentando para sua maneira de viver.”

- Muitas Igrejas – estão perdendo suas referencias – devido a crise de integridade de muitos líderes...

- Não basta carisma é preciso caráter...
- Ouvi de uma igreja que queria convidar um famoso pregador; então os obreiros se reuniram com o pastor. Um dos obreiros, ao ouvir o nome do possível convidado, levantou-se e observou:
- Este pregador tem fama de trambiqueiro...
Disse o pastor:
- Ele é trambiqueiro, mas é bom pregador.
E convidaram o referido.

- Se perder um bem - não se perde nada....Se perder a saúde - perde-se alguma coisa....Se perder o caráter - se perde tudo


a. A Igreja de Éfeso tinha um pastor que cuidava do rebanho
At 20:28-31 “Olhai por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a Igreja de Deus, que Ele resgatou com seu próprio Sangue. Porque eu sei, que depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não perdoarão o rebanho. E, que dentre vós mesmos, se levantarão homens, que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que, durante tres anos, não cessei, noite e dia, de admoestar, com lágrimas, a cada um de vós.

b. A Igreja de Éfeso tinha um pastor de mãos limpas
At 20:33-34 “De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem a veste. Vós mesmos sabeis que, para o que me era necessário, a mim e aos que estão comigo, estas mãos me serviram.”


- Existem 3 tipos de tropeço que podem levar o líder a uma queda fatal: 1º.) O tropeço moral 2º.) O tropeço doutrinário 3º.) O tropeço financeiro


- Jamais me esqueço, que trabalhando na Assembléia de Deus em Curitiba; seis anos atras testemunhei mais uma das inúmeras demostrações de integridade e retidão de nosso querido pastor José Pimentel de Carvalho.
Naqueles dias, o Governo Federal estava reembolsando todos os consumidores de gasolina - tendo vista o "empréstimo compulsório" ter ocorrido em alguns anos anteriores. Chega na Igreja, um cheque para o pastor José Pimentel de Carvalho. Ao receber, o então tesoureiro, irmão Arlindo Vieira da Silva, vai até o pastor para entregar o cheque do reembolso do Governo Federal. Pastor Pimentel le o cheque e devolve para o irmão Arlindo. O mesmo insiste, dizendo:
- Pastor, este valor é seu. O cheque está em seu nome.
Neste momento, o pastor Pimentel faz a seguinte pergunta:
- Quem paga minha gasolina...
- A Igreja. Responde o irmão Arlindo.
- Então este dinheiro não é meu é da Igreja. E devolveu o cheque aos cofres da Igreja.


c. Um pastor que esquecia de si mesmo, para pensar nos outros
At 20:35 “Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber.”

- A Igreja será sempre o fiel reflexo de seu pastor – pastor generoso....igreja generoso.... – Pastor mão “munheca de samambaia”....igreja sovina

- Paulo era o primeiro a dar – “TENHO-VOS MOSTRADO ISTO” -
- Hb 13:7 - Diz: A Fé dos quais imitai...
- Nós, os obreiros precisamos a aprender isto, o povo nos observa em tudo...

- Nós, obreiros temos que dar as mãos a palmatória de Deus - porque nós somos a classe que menos contribue (Não se pode generalizar, mas temos que concordar que a grande maioria é mão fechada).

- Com relação ao necessitado – estendamos as mãos ...
– Ouvi de um obreiro que ao ser procurado por uma irmã necessitada no Brasil, que o gas havia acabado e a mesma não tinha como comprá-lo. Aquele obreiro podia ajudá-la, mas disse:
- Irmã, dobre seus joelhos que eu vou orar.
E, aí com grande hipocrisia, prosseguiu:
- Oh, Senhor envia um anjo para socorrer tua serva...Desloca um corvo do ribeiro de Querite...
Terrível hipocrisia. O trabalho de socorro para aquela irmã necessitada, era para ele; e não para anjos ou corvos do Querite.
Costumo dizer: Aos aventureiros - os rigores da Lei. Aos necessitados - os favores da Graça. E, nós devemos ser os instrumentos da Graça para socorrer quem verdadeiramente precisa.

- Lucas 6:38 – a promessa

- Hebreus 6:10 – Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra...

Pastor Marcos Antonio

Nenhum comentário: