sábado, 7 de novembro de 2009

VINTE E SEIS INTERCESSORES E VINTE SEIS ANJOS DE DEUS

Durante as férias na sua pátria, um missionário americano contou à sua igreja a seguinte experiência:

A cada 2 semanas, vou de bicicleta à cidade para fazer compras. Não há muito tempo, eu me dirigi à cidade e, como sempre, quis levantar dinheiro do banco para comprar medicamentos e outras coisas.
Quando cheguei vi dois homens que lutavam entre si. Um foi ferido seriamente, e assim o tratei e lhe falei de Jesus.

Após ter comprado aquilo de que necessitava, parti para realizar a minha viagem de regresso à base ao longo de dois dias, dormi na selva e cheguei a casa salvo.
Quando refiz a viagem duas semanas mais tarde, o jovem homem que eu tinha tratado veio ter comigo e me disse:
- Há duas semanas, eu e alguns amigos meus o seguimos dentro da selva. Nós sabíamos que você dormiria na selva, e tínhamos decidido matá-lo e roubar-lhe o dinheiro e os medicamentos. Justamente quando estávamos para invadir o seu acampamento, nós notámos 26 guardas armados’.
Eu comecei a rir, e lhe disse que eu não podia levar nenhum guarda comigo, assim eu estava completamente sozinho, mas não consegui convencê-lo.
Todos os meus amigos viram os homens, e nós todos os contámos. Nós tivemos medo dos guardas, por isso não o atacamos’.

Assim que o missionário disse isto, um homem na igreja levantou-se, interrompendo o relato para perguntar quando o facto tinha exactamente acontecido. O homem então explicou:
- Quando isso estava a acontecer de noite em África, aqui era de manhã. Eu tinha programado jogar um pouco de golf, mas de repente senti um tal peso para orar por você que chamei outros homens para orar comigo aqui na igreja. Querem aqueles que oraram comigo pôr-se de pé?
O missionário ficou maravilhado ao ver quantos eram; 26, exactamente o número dos anjos que o tinham protegido.

"Não são, porventura, todos eles espíritos ministradores, enviados para servir a favor daqueles que hão de herdar a salvação..."(Hebreus 1:14)

Pastor Marcos Antonio

Nenhum comentário: