quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

PARTE PARA O SENHOR, O QUERIDO PASTOR JOSÉ PIMENTEL DE CARVALHO

O LEGADO DE JOSÉ PIMENTEL DE CARVALHO


Este veterano soldado das milicias do Senhor, partiu hoje para o Descanso Eterno, após ter combatido o Bom Combate, tendo acabado a Carreira, e tendo guardado a Fé.

Uma Página da História do Movimento Pentecostal do Brasil.  Um verdadeiro Apóstolo do Evangelho.  Um Verdadeiro Homem de Deus.

Fica sua linda História,  ficam suas pisadas de peregrino do Senhor - E, felizes seremos, se seguirmos estas pisadas.

Deixa-nos a maior das heranças - Sua vida íntegra, pautadada pelo Amor, humildade e sabedoria.

Será sempre para todos nós, referencial de liderança, humildade, sinceridade e espiritualidade.
Por certo, pastor Pimentel está inserido no preito de reconhecimento aos príncipes de Deus, feito por Daví no Salmo 16:3 "Digo aos santos que estão na terra e aos ilustres em quem está todo o meu prazer.".
Preciosa é a herança deixada por este peregrino do Senhor nesta terra - suas pisadas, seu exemplo de verdadeiro homem de Deus.
Dentre muitas lições aprendidas deste baluarte, destaco algumas que ficaráo para sempre gravadas em minha vida e ministério:

1. SEMPRE AGIR DE BOA FÉ

Sei que faço coro com milhares de servos de Deus, que pastor José Pimentel de Carvalho, em toda situação sempre procurou agir de boa fé. Não foram poucas as vezes, que lhe vi sofrer para que a Igreja não sofresse. Lembro-me que certo dia, ele me disse:
- Marcos, se for para a Igreja sofrer que soframos nós pastores.
Não foram poucas as vezes que lhe vi atendendo irmãos em geral e obreiros, que lhe traziam os mais diversos problemas e necessidades. Por um instante, ele parava para pensar e pedir ao Senhor uma resposta que viesse a ajudar aquela pessoa. Sempre agindo de boa fé, nunca pensando em si mesmo, nunca tirando proveito da situação para prejudicar e causar dano, mas sempre agindo com amor cristão e sinceridade.

2. SEMPRE FIEL AO CHAMADO DO SENHOR PARA A OBRA DO MINISTÉRIO

Quando o Senhor me chamou para o santo Ministério, Ele me deu um sonho. Naquela altura era militar da Força Aérea Brasileira (25 anos atrás); o sonho foi impactante e significativo: Estava eu em minha unidade militar, quando pastor Pimentel chegou até mim e com um aceno disse-me uma única palavra:
- Vem!
Acordei muito impressionado com aquele sonho. Não muitos dias depois, estando de férias, fui ao Rio de Janeiro (era julho de 1986), fui ministrar na Assembléia de Deus em Rocha Miranda. Ao término daquele culto abençoado, aproximou-se de mim um irmão (João Batista Brito, funcionário da CPAD, que acessorava o pastor Geremias do Couto). Este irmão, tocado pelo Espírito de Deus, profetizou para mim:
- Conta 7 dias, ao término destes dias, o teu pastor lhe chamará para um grande obra, aceite pois vem do Senhor!
Regressei a Curitiba, quando os 7 dias se completaram, recebo a palavra de convite do pastor Pimentel:
- Marcos, é tempo de deixar a vida militar e dar todo seu tempo para o Senhor e sua Obra!
E, assim abraçamos esta Causa Santa.
Lembro-me que ao me convidar, perguntou-me:
- Quanto voce ganha como militar...
- 2 mil cruzeiros. Ele voltou para mim e reiterou:
- Voce sabe que a Igreja não pode te dar isto, mas se voce cre que o Deus que te chamou, Ele te sustentará e cuidará de tua casa.
Aquelas palavras foram decisivas para me consolar e me encorajar trinta dias depois, quando recebia do tesoureiro da igreja, 300 cruzeiros.
Já se passam 25 anos, e até aqui carrego dentro de meu ser, a palavra profética de meu querido pastor.
Não posso me esquecer de um dia, quando ainda obreiro bem jovem, ele colocou sua mão em meu ombro e aconselhou-me:
- Marcos, nunca seja um assaltante de igrejas, destes usurpadores, que estão no ministério por torpe ganancia. Faça a Obra por amor, e o Senhor cuidará de voce.

3. SEMPRE CONSCIENTE DE NOSSA PRESTAÇÃO DE CONTAS COM QUEM NOS CHAMOU

Certo dia em um grande culto festivo, assentado ao seu lado como seu co-pastor, pastor Pimentel tocou profundamente meu coração. Aquele momento, sem dúvida, valeu mais que muitos anos de catedra teológica para mim.
Notei que seu olhar contemplativo e sereno passava lentamente por toda aquela multidão que ocupava ao templo naquela noite. Notei que uma lágrima desceu em seu rosto... Me voltei para ele e perguntei:
- Está tudo bem com o senhor...
Ele com palavras cheias de amor disse-me:
- Marcos, nós vamos dar conta desta gente ao Senhor...

Ao concluir esta pequena postagem, deixo aos pés do Senhor como se flores fossem, a minha gratidão a Deus pelo privilégio de ter nascido e de ter sido formado sob o cajado deste homem de Deus.,

Pastor Marcos Antonio

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Billy Graham, um arauto destacado por Deus

PDF Imprimir

O Evangelista Billy Graham, conhecido pregador batista norte-americano, conquistou o sexto lugar na lista dos homens mais admirados na votação anual conduzida pelo USA Today/Instituto Gallup. Graham empatou com o Papa Bento XVI e ultrapassou Dalai Lama, que ficou em décimo lugar. O pregador marca presença entre os dez primeiros lugares da conhecida lista norte-americana desde 1955. Os resultados da pesquisa do jornal USA Today/Instituto Gallup se basearam em entrevistas telefônicas realizadas entre 10 e 12 dezembro de 2010, com uma amostra de 1.019 adultos.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

O LOUVOR QUE FAZ A DIFERENÇA




Marcos 14:26
26 – E, tendo cantado o hino, saíram para o monte das Oliveiras.

Habacuque 3:17,18
17 – Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas,
18 – Todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação.


Palavra Introdutória:

Não é de causar admiração o fato de Jesus ter cantado durante aquela ceia pascal (Mc 14:26), o sublime é constatar o momento que abriu seus lábios para cantar. Em tempo de angústia e dor Jesus cantou. Como bem dizia o querido pastor José Pimentel de Carvalho: Jesus cantou ‘a sombra da Cruz.
No mundo temos aflições (Jo 16:33), mas o bom animo advindo do Senhor nos faz cantar, mesmo nas maiores provas e dificuldades.
A história da Igreja em todos esses séculos, sempre mostrou que, os mais belos hinos e poesias foram escritos em tribulação.


1. CARACTERÍSTICAS DO LOUVOR DE JESUS

1.1 Um louvor a Deus


A palavra grega que aparece em Mateus 26:30 e Marcos 14:26, é a palavra himneo, que signfica: cantar um hino ou cantar louvores. É a mesma palavra que aparece em Atos 16:25, quando Paulo e Silas na prisão em Filipos, a despeito de grande aflição, oravam e cantavam a Deus.
O cenário evangélico, não só no Brasil, mas em todo o mundo, sobeja de farta música gospel. O avanço de recursos fonográficos, a multiplicidade de grupos e cantores de todo o genero, dispõe diante de nossos ouvidos, música evangélica para todo gosto. Em meio a tudo isto, algo preocupante está ocorrendo: As músicas entoadas nos templos, tem hoje, mais uma direção horizontal do que vertical. Em outras palavras, se canta mais para o povo do que para Deus. 
Que o nosso louvor seja unicamente para Deus (Sl 148:1-14)

1.2 Um louvor coletivo

Jesus não louvou a Deus sozinho, mas com seus amados discípulos. Aquela memorável ceia, cheia de plena graça e solenidade, foi marcada pelo mais lindo dos corais, cujo regente e o cantor principal foi nosso amado Salvador Jesus.
Ex 15:1 Então, cantou Moisés e os filhos de Israel...
Jz 5:1 E cantou Débora e Baraque...
At 16:25 Perto da meia-noite, Paulo e Silas oravam e cantavam...
O cantico da Salvação jamais será entoado apenas em solo; mas, em muitas vozes. Pois, salvos pelo Sangue, de toda tribo, língua e nação, temos o grande coral da eternidade, que entoa: Digno é o Cordeiro! (Ap 5:8,9)
Em que pese a difícil realidade vivida hoje no meio evangélico com respeito a cantores e grupos musicais, onde promoção pessoal e estrelismo é o supremo alvo; continuamos a crer, que ninguém canta melhor do que a Igreja do Senhor. (Sl 150:1-6)
Outra lição que podemos tomar, é que devemos estimular outros, a louvarem conosco ao Senhor por suas maravilhas. Quer seja em nosso lar, em nosso ambiente de trabalho, em nossa congregação.

1.3 Um louvor na aflição

Sem dúvida, é muito fácil abrir os lábios e cantar louvores quando tudo vai bem. 
Jesus sabia que dentro de algumas horas, seria torturado e morto; mesmo assim louvou a Deus:
Sabia que sua morte estava próxima, mas louvou a Deus (Mt 26:18)
Sabia que Judas iria traí-lo, mas louvou a Deus (Mt 26:20,21). Alguns atrás, um querido amigo, pastor há mais de 40 anos, disse-me: Se existe algo que tira todas as nossas forças de louvar a Deus, é a dor de uma traição. Mas, Jesus louvou a Deus, mesmo sendo apunhalado pelas costas por um dos seus.
Sabia que seu corpo seria dilacerado e ferido, mas louvou a Deus (Mt 26:26-28). 
Ele tinha motivos para dizer aos seus: Cantem, eu estarei apenas ouvindo...Não posso cantar agora... – Mas, ao contrário, abriu seus lábios cumprindo o Salmo da Cruz, o Salmo 22.
Então, declararei o teu Nome aos meus irmãos, louvar-te-ei no meio da congregação. (Sl 22:22)


2. JESUS CANTOU NA NOITE DA ANGÚSTIA

2.1 Uma da lições da noite na Bíblia, é a da aflição e angústia


Jó 35:10 nos declara que Deus nos dá canções durante a noite: 
Almeida Revista e Corrigida: Onde está Deus, que me fez...Que dá salmos entre a noite...
Almeida Revista e Atualizada: Onde está Deus que me fez, que inspira canções de louvor durante a noite.
Nova Versão Internacional: Onde está Deus, o meu criador, que de noite faz surgirem canticos.
Sim, nosso Deus sempre nos inspira a cantar em meio a noite da aflição e da angústia. Assim sucedeu com Jesus, que mesmo na moenda do sofrimento tinha um hino a Deus em seu ser.
Salmo 42:8 Contudo, o Senhor mandará de dia a sua misericórdia, e de noite a sua canção estará comigo: a oração ao Deus da minha vida.
As canções que Deus nos faz cantar durante a noite da aflição tem o seguinte perfil:
a) São cheias de fé – Jó 13:15
b) São cheias de esperança – Jó 19:25,26
c) São cheias de adoração – Jó 1:20

2.2 Habacuque cantou na noite da escassez – Hc 3:17-19

Este cantico do profeta Habacuque, é um dos mais lindos da Bíblia. 
Primeiro porque revela a verdadeira Fé em Deus, a despeito de todas as contradições da vida e a falta de recursos básicos. 
Segundo, porque este cantico é desafiador, porque confronta a qualidade de nosso cristianismo. Será que podemos hoje diante das lutas e aflições, parafrasear Habacuque, e dizer: Ainda que fique me falte o emprego e o pão, ainda que não tenha dinheiro no bolso, ainda que me falte o teto, ainda que fique doente e vá até pra UTI, ainda que ninguém me ajude e me entendam a mão, ainda que a morte bata a porta de meu lar e leve um dos meus queridos, etc... Todavia, eu me alegrarei no Senhor e exultarei no Deus da minha Salvação.
A exemplo, temos o patriarca Jó, louvando diante da tragédia (Jó 1:13-22)

2.3 Paulo e Silas cantaram na noite da dor – At 16:23-31
Um louvor que fez a diferença:

a) Fez a diferença porque foi entoado na aflição. 

Atos 16:24, nos informa que Paulo e Silas foram jogados no cárcere interior (uma espécie de calabouço) e os pés presos no tronco; tudo isto, somado ao corpos, por certo, ensanguentados pelos açoites recebidos, que segundo descrição de Lucas, não foram poucos (At 16:22,23)

b) Fez a diferença porque teve a oração como base

Oravam e cantavam (At 16:25). Nosso louvor a Deus é eficaz, quando é regado pelo poder da oração (1 Ts 5:17)

c) Fez a diferença porque foi ouvido pelos presos que ali estavam (At 16:25)

Quanta gente escravizada sem Deus e sem esperança, anela em ouvir de nossas vidas – o cantico da Salvação (Sl 40:1-3)

d) Fez a diferença porque atraiu a Presença de Deus (At 16:26)

Aquele louvor não ficou somente dentro daquele carcere, mas subiu aos céus e tocou o coração de Deus. Em resposta, Deus manifesta naquele calabouço a sua Glória e Poder.
Se voce está vivenciando momentos difíceis de grande tribulação, comece a louvar a Deus, sem dúvida, Ele virá ao teu encontro, trazendo-te grande livramento.

3. O HINO QUE JESUS CANTOU E SUAS LIÇÕES

3.1 O Contexto histórico

Por ocasião da celebração da Páscoa, uma série de Salmos eram entoados do Saltério de Israel – do Salmo 113 ao Salmo 118, o Hallel, sendo que esta série de louvores eram cantados em duas partes: A primeira: durante a celebração pascal, se cantava o Salmo 114 e o 118. A segunda: os demais, O Salmo 113, 115, 116 e o 117 no encerramento da celebração.
Esta parte Jesus cantou com os seus discípulos, e em seguida, se dirige para o Jardim das Oliveiras, o Getsemani: E, tendo cantado o hino, saíram para o monte das Oliveiras (Mc 14:26)

3.2 O que Jesus cantou e suas lições

Ao cantar o Salmo 113, exaltou o Deus infinitamente grande, que habita nas alturas e que com amor, do pó levanta o pequeno e do monturo ergue o necessitado.
Ao cantar o Salmo 115, declarou que o Nosso Deus é o único Deus, e que os deuses feitos pelos homens nada podem fazer.
Ao cantar o Salmo 116, expressou seu profundo amor por Deus: Amo ao Senhor (Sl 116:1), publicando seu amor e gratidão pela sua gloriosa Salvação.
Ao cantar o Salmo 117, convida todos os povos da Terra para louvar ao Senhor, por sua benignidade e verdade que duram para sempre.

3.3 O que nos ensina Jesus com seu louvor

a) Nos ensina que na negra noite de aflição e dificuldades, o crente pode louvar a Deus. Pois, Ele próprio, louvou a Deus na noite de seu vitupério e sofrimento. Nenhum louvor é mais significativo do que este (Sl 130:1).

b) Nos ensina que o louvor a Deus tem o poder de nos fortalecer diante dos revezes da vida; lembremo-nos, que Abraão recebeu forças, porque decidiu louvar a Deus: ...mas foi fortificado na Fé, dando glória a Deus (Rm 4:20)

c) Nos ensina que o louvor a Deus precede a Vitória
Jesus foi ao cenário da dor, sangue e lágrimas com a alma de um adorador. Entrou louvando a Deus na arena de seus algoses cruéis. Sem dúvida, o louvor que havia cantado algumas horas antes, ainda estava em sua mente e coração, certamente lembrou-se do que cantara durante a celebração pascal, como por exemplo, o Salmo 118:
A pedra que os edificadores rejeitaram, tornou-se cabeça de esquina.
Foi o Senhor que fez isto, e é coisa maravilhosa aos nossos olhos.
Este é o dia que fez o Senhor, regozijemo-nos e alegremo-nos nele.
Oh, Salva Senhor, nós te pedimos; Oh Senhor, nós te pedimos, prospera!
Bendito Aquele que vem em Nome do Senhor; nós vos bendizemos desde a Casa do Senhor.
Deus é o Senhor que nos concede a luz; atai a vítima da festa com cordas e levai-a até aos angulos do altar. (Sl 118:22-27)
O Salmo 149:6, nos fala de duas armas indispensaveis para o bom soldado de Cristo: A Palavra de Deus e o Louvor a Deus – Estejam na sua garganta os altos louvores de Deus e espada de dois fios, nas suas mãos (Sl 149:6)
Tomemos o exemplo do rei Josafá que desfrutou de portentosa vitória de Deus, obedeceu a Deus, colocando a frente do exército os cantores e musicistas louvando a Deus (2 Cr 20:1-30)

Conclusão:
Quando aqui as flores já fenecem
As do Céu começam a brilhar
Quando as esperanças desvanecem
O aflito crente vai orar.
Os mais belos hinos e poesias foram escritos em tribulação.
E do Céu, as lindas melodias, se ouviram na escuridão.
(Harpa Cristã, hino 126)


Pastor Marcos Antonio

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

CONFIANDO NA PROVIDENCIA DE DEUS



Mateus 6:19-34

19 – Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam.
20 – Mas ajuntai tesouros no céu,onde nem a traça, nem a ferrugem consomem,e onde os ladrões não minam, nem roubam.
21 – Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração.
22 – A candeia do corpo são os olhos;  de sorte que,  se os teus olhos forem bons,  todo o teu corpo terá luz.
23 – Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso.   Se,portanto, aluz que em ti há são trevas ,  quão grandes serão tais trevas!
24 – Ninguém pode servir a dois senhores , porque  ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro.  Não podeis servir a Deus e a Mamom.
25 – Por isso vos digo:  Não andeis cuidadosos quanto ‘a vossa vida,  pelo que haveis de comer ou pelo que haveis de beber;  nem quanto ao vosso corpo, pelo que haveis de vestir.   Não é a vida mais do que o mantimento, e o corpo,mais do que a vestimenta ?
26 – Olhai para as aves do céu,  que não semeiam,  nem segam,nem ajuntam em celeiros;  e vosso Pai celestial as alimenta.   Não tendes vós muito mais valor que elas?
27 – E qual de vós poderá, com todos os seus cuidados, acrescentar  um covado  ‘a sua estatura ?
28 – E, quanto ao vestuário,  porque andais solícitos ?  Olhai para os lírios do campo,  como elescrescem;  não trabalham, nem fiam.
29 – E eu vos digo que nem mesmo Salomão, em toda a sua glória, se vestiu como qualquer deles.
30 - Pois, se Deus assim veste a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada no forno,  não vos vestirá muito mais a vós,  homens de pequena fé ?
31 – Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos ou que beberemos ou com que nos vestiremos ?
32 – Porque todas essas coisas os gentios procuram. Decerto, vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas essas coisas;
33 – Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão  acrescentadas.
34 – Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã,  porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo.  


Introdução:

Sabemos que nossa peregrinação enquanto Igreja na Terra, sempre foi marcada por lutas e problemas de toda a ordem.  Ao entrarmos no Reino de Deus, a partir do novo nascimento (Jo 3:5),  não fomos isentados de padecer necessidades materiais no curso da existencia (Fp 4:12)(Jo 16:33).
Mas, o mais maravilhoso de nossa senda, é a certa Presença do Senhor, cuidando-nos em todos os detalhes através de sua singular Providencia (Sl 23:1)(Fp 4:19).
Nesta lição de hoje, Jesus nos ensina a confiar e descansar inteiramente na Providencia de Deus; e caminhando pelo texto bíblico de Mateus 6:19-34, Ele nos reporta a verdades preciosas a respeito.  Jesus nos ensina que:

1.     Onde estiver o nosso tesouro, ali estará o nosso coração (Mt 6:21)

1.1    O segredo de uma vida feliz em Deus fala de nossa completa vitória sobre o amor para com as riquezas (Mt 6:19,20).   

Deus jamais será contra ao homem que ganha dinheiro,  mas, sim contra o dinheiro que ganha o homem.    A Bíblia não diz que o amor é a raiz de todos males, mas, o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males (1 Tm 6:10).
Conta-se que o milionário cantor americano Frank Sinatra, na hora  da morte disse por tres vezes:
- Eu estou perdendo...
Certamente referia-se a todos os tesouros onde estava agarrado o seu coração (Mt 6:21) – fama, prazeres,  luxuria e riquezas materiais acumuladas aos milhões durante toda a sua vida.   Mas, na hora decisiva  de sua vida, em desespero confessou que tudo o que havia ajuntado não poderia levar para o outro lado da vida.
Paulo escreveu com inspiração e verdade em 1 Timóteo 6:7  “Porque nada trouxemos para este mundo e manifesto é que nada podemos levar dele.”
          Ao nos advertir sobre não ajuntar tesouros na terra, Jesus não está de forma alguma, reprovando aqueles que prudentemente, juntam honestamente pelo seu trabalho, a necessária provisão para o futuro.   Notemos, que o próprio Deus concedeu a uma viúva, um futuro financeiramente seguro, conforme lemos em (2 Rs 4:1-7).   José por sua vez, fez tres coisas fundamentais em sua abençoada administração como governador da terra do Egito: Ajuntou o matimento;   quando chegou a fome sobre a terra – José repartiu sabiamente o que havia estocado por sete anos.
A advertencia de Jesus no Sermão do Monte (Mt 6:19-21), está voltada contra a possibilidade humana de priorizar os bens terrenais em detrimento aos tesouros do Céu.

1.2    Jesus nos exorta que duas coisas devem priorizar os valores celestiais:  O coração e os olhos (Mt 6:21-23)

O contexto nos mostra que duas coisas precisam estar convertidas a Deus para não sermos vencidos pelas valores materiais: O nosso coração e os nossos olhos.
Jesus nos exorta a dirigirmos nosso coração para o Céu, onde está o nosso verdadeiro tesouro (Mt 6:20,21).    Daí a importancia de nosso coração pertencer inteiramente ao Senhor.   Ele ternamente pede constantemente ao pecador: “Filho meu dá-me o teu coração”(Pv 23:26).
Um coração dominado pelos cuidados da vida e pelo amor aos tesouros da terra,é como um poço que já não pode fornecer água pura e cristalina, por causa dos entulhos que bloqueiam as águas vivas.   Portanto, guardemos os nossos corações para que não sejam dominados por Mamom, mas pelo Senhor nosso Deus (Pv 4:23).
E  que de igual modo nossos olhos jamais sejam corrompidos pela ganancia material,  que entenebrecem todo o corpo (Mt 6:22,23).
 Onde estão os nossos olhos?  Voltam-se com avidez para este mundo e seus valores?  Lembremo-nos que o mundo passa (1 Jo 2:17), riquezas terrenas passam (Tg 5:1-3), e aqueles que fazem do seu dinheiro o seu deus, “Caem em tentação e em laço e em muitas concupiscencias loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína.” (2 Tm 6:9)
Meus irmãos, que nosso coração e  nossos olhos busquem as coisas de cima, como bem disse Paulo aos irmãos em Colossos:
“Portanto se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado ‘a destra de Deus.
Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra;
Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” (Cl 3:1-3)

2.     ANALISANDO DOS DOIS TESOUROS:

2.1    O tesouro da terra
·        Sua natureza – Terrena (Mt 6:19)
·        Sua garantia – Incerta (1 Tm 6:17)
·        Sua durabilidade – Falível (Mt 6:19)(Tg 5:2,3)

2.2    O tesouro do Céu
·        Sua natureza – Espiritual (2 Co 6:10)
·        Sua garantia – Certa (1 Pe 1:4)
·        Sua durabildade – eterna (Mt 6:20)


3.     Ter Deus como Senhor, não cria oportunidade para outro senhorio sobre nossas vidas  (Mt 6:24)

3.1    Sinais quando Mamon é o senhor de nossas vidas:
(Mamom: palavra aramaica que significa riquezas)

·        Prioriza-se bens e riquezas materiais (Lc 12:17,18)
·        Evidencia-se o engano de pensar que valores terrenais satisfazem a alma (Lc 12:19)
·        Ajunta-se tesouros, mas se torna pobre para com Deus (Lc 12:20,21)

3.2    Sinais quando Jesus é o Senhor de nossas vidas (com respeito aos valores terrenos):
·        Consciencia de mordomos e não de donos (Sl 24:1)(Jó 1:21)
·        Não somos  avarentos, mas generosos (Sl 112:9) (2 Co 9:9)
·        Nos tornamos alvo das bençãos da liberalidade (Lc 6:38)(2
·        Priorizamos o Reino de Deus e sua Justiça (Mt 6:33)

  
4.     CONFIANDO NA PROVIDENCIA DE DEUS

4.1    A ansiedade é considerada pela maioria dos psicólogos como a mais perigosa doença emocional do século.

Segundo relatórios recentes da Organização Mundial da Saúde, mais de 50% das pessoas que passam pelas casas de saúde, são vítimas da ansiedade,  sendo grande parte desta cifra – um número elevado de pessoas ansiosas oriundas de preocupações relacionadas ‘as necessidades materiais.
 A Palavra de Deus nos indica o remédio para a ansiedade;   medicina esta, que parte da entrega de nossa parte – 1 Pedro 5:7, nos aconselha: “Lançando sobre Ele toda a vossa ansiedade, porque Ele tem cuidado de vós.”
       Vale dizer, que a Palavra está falando de confiar inteiramente no Senhor, sabendo que seu real cuidado jamais nos faltará.


4.2        Jesus nos aconselha a não andarmos ansiosos quanto ‘a nossa vida, quanto ao comer, ao beber, ao vestir (Mt 6:25-34).

Maravilhosas razões para confiarmos no cuidado de Deus:
·        Ele é o nosso Pastor (Sl 23:1)
·        Tudo está em suas Mãos (Sl 24:1)
·        O ouro e a prata são dEle(Ag 2:8)
·        Ele supre todas as nossas necessidades (Fp 4:19)
·        Ele não nos desampara (Hb 13:5)
·        Ele alimenta  as aves dos céu, não deixará faltar o nosso pão (Mt 6:26,27)(Mt 6:11)
·        Ele veste de beleza e esplendor os lírios do campo; muito mais cuida de cada um de nós, suprindo todas as nossas necessidades (Mt 6:28-32)(Fp 4:19)

Conclusão:

Devemos ter em mente que Deus sabe tudo o que verdadeiramente necessitamos:  “De certo vosso Pai Celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas.” (Mt 6:32).
Quando cremos nesta verdade da Palavra de Deus, descansamos na Providencia de Deus; o que nos livrará de sermos prisioneiros da ansiedade.
“Não estejais inquietos por coisa alguma: antes as vossas petições, sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplicas, com ação de graças.
E a paz de Deus que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus” (Fp 4:6,7).

Em suma,  aqueles que verdadeiramente confiam na Providencia Divina:
1º.) Entesouram no lugar mais seguro – No Céu (Mt 6:19-21)
2º.) Seu coração e seus olhos estão em valores eternos (Mt 6:21-23)(Cl 3:1,2)
3º.) São servos do Senhor de todas as riquezas, e não das riquezas(Mt 6:24)
4º.) Confiam inteiramente no cuidado do Senhor, por isso não são vítimas da ansiedade (Mt 6:25-32)
5º.) Priorizam o Reino de Deus e sua justiça, pois sabem que as demais coisas lhes serão acrescentadas (Mt 6:33) (Sl 16:2)

 Pastor Marcos Antonio