segunda-feira, 9 de junho de 2014

A MENSAGEM PROFÉTICA DE CANTARES DE SALOMÃO


1ª. Palestra

Pastor Marcos Antonio



·       1 Reis 4.32, nos declara que o rei Salomão disse  3.000 provérbios. E que seus cânticos foram 1.005 Cânticos.

·       Este é chamado de Cantares ou Cântico dos Cânticos – certamente porque é o mais sublime de todos os seus cânticos.

·       O livro de Salomão, também chamado de Cântico dos Cânticos, tem sido interpretado de diferentes formas.

1. INTERPRETAÇÃO FICTÍCIA
Há um grupo de eruditos que veem Cantares como um simples livro fictício, ou seja, é um drama que retrata o namoro de Salomão e seu casamento com uma pobre, mas bela jovem camponesa, porém, um drama que na realidade não aconteceu.

2. INTERPRETAÇÃO LITERAL-HISTÓRICA
A princípio, o livro Cântico dos Cânticos expressa um relacionamento entre um homem e uma mulher. Cantares é um registro poético do romance real de Salomão com uma mulher Sulamita. Sendo assim, o princípio básico da interpretação literal é que este livro é um poema que exalta o amor humano.

3. INTERPRETAÇÃO ALEGÓRICA
a) A interpretação alegórica Judaica:  JEOVÁ – ISRAEL
b) A interpretação alegórica Cristã:  JESUS – IGREJA   (Rm 15.4)

QUEM É A NOIVA...

·       O Livro de Cantares retrata com poesia e ternura como é a Noiva...

·       A linda jovem Sulamita, por quem o rei Salomão se apaixonou, nos revela de forma tipológica:                                       a Noiva do Cordeiro – a Igreja.

1.    UMA NOIVAPROVADA NO SOFRIMENTO, MAS GLORIOSA

Ct 1.5  “Eu sou morena, mas agradável, ó filhas de Jerusalém, como as tendas de Quedar, como as cortinas de Salomão.”

·       Ela está dizendo – “Eu sou escura” (N.V.I.)
E, por que ficou assim com a pele queimada...                           - A Resposta está no versículo  6    “Não fiquem me olhando assim porque estou escura; foi o sol que me queimou a pele...”

·       Ela está confessando que o poder do sofrimento não a deixou feia, sem beleza, sem graça.  Pelo contrário;  ela diz:  “Sou morena, mas agradável”  “Estou escura, mas sou bela”

·       Ela se compara a duas coisas existentes e conhecidas em sua época ali no Oriente:   Ela se compara.....                        ”...sou como as tendas de Quedar......sou como as cortinas de Salomão...”
·       Sou como asTendas de Quedar
Os nômades (beduínos) de Quedar  trabalhavam como negociantes
e criadores de ovelhas. Os seus numerosos
rebanhos, seus camelos e suas tendas, são mencionados
em Isaias, Jeremias e Ezequiel. Alguns deles eram
ferozes e temidos guerreiros (Jr 2:10).
Quedar era uma comunidade nômade no Norte da Arábia. Era conhecida por suas tendas, que eram feitas (tecidas) com pelos escuros de cabra.

Por isso – a Sulamita fala da cor de sua pele (escura) queimada pelo forte sol do Oriente.

Sua pele ficou queimada pelo sol, em razão de estar trabalhando nas vinhas do Rei Salomão – Ct 1.6 

Assim também a Igreja militante na terra, trabalhando arduamente para Deus,  atravessa os séculos pelo deserto desta vida, em sol abrasador:   
O sol das aflições (Jo 16.33); 
o sol das perseguições (1 Tm 2.13); 
o sol das tribulações (At 14.22)

·       Sou como as cortinas de Salomão

Ela se compara às cortinas do lindo palácio que Salomão construiu. Eram cortinas muito bonitas. Enchiam os olhos.
O soprar do vento, tremulando aquelas lindas cortinas de linho fino. O refletir do sol nelas – era um cenário encantador.
A noiva de Salomão se compara a estas cortinas: Lindas, coloridas, cheias de esplendor.

Assim também a Igreja:
Em Efésios 5.25-27 – Ela é Igreja gloriosa
“Cristo amou a Igreja e si mesmo se entregou por ela. Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela Palavra.           Para a apresentar a si mesmo, Igreja gloriosa, sem mácula nem ruga, nem coisa semelhante, mas  santa e irrepreensível.”

Em 1 Timóteo 3.15 – Ela é a Igreja do Deus Vivo
“...Igreja do Deus Vivo, coluna e firmeza da Verdade.”

Em Hebreus 12.24 – Ela é a Universal Assembléia e Igreja dos primogênitos

Em Malaquias 3.17 – Ela é o particular tesouro de Deus

Em Mateus 13.46 – Ela é a pérola de grande preço
A formação de uma pérola – ilustra como a Igreja foi formada, como nasceu.
Uma pérola – é resultado de grande sofrimento de uma ostra
A produção da pérola pela ostra nada mais é do que um mecanismo de defesa do animal, quando ocorre a penetração de corpos estranhos, como grãos de areia, parasitas, pedaços de coral ou rocha, entre a concha e o manto. Quando esse corpo estranho está no interior da ostra, o manto do animal envolve essa partícula em uma camada de células epidérmicas, que produzem sobre ela várias camadas de nácar, originando a pérola. O processo de fabricação de uma pérola pela ostra demora em média três anos, e geralmente elas são retiradas com 12 mm de diâmetro.


No Apocalipse 19.7,8 – Ela é a Noiva do Cordeiro – que está pronta para o Arrebatamento
1º.) Ela é a Noiva do Cordeiro
2º.) Ela está pronta para o Casamento
3º.) Ela está vestida de linho finíssimo, puro e resplandecente.

·       Note que ao se descrever, a amada noiva de Salomão – revela duas coisas:  Sofrimento e Formosura

·       O sofrimento torna a Igreja bela e gloriosa:
- Ilustração:   (Mt 5.14 – Luz do mundo)....                                         
Luz elétrica...(-)negativo , mais (+)positivo

A Igreja cresce na crise e sob o sol das aflições e da adversidade:
-Atos 2:41    “Os que de bom grado receberam a Palavra foram batizados.   E, naquele dia agregaram-se quase tres mil almas.”

-Atos 2:47    “E, todos os dias acrescentava o Senhor a Igreja, aqueles que iam sendo salvos.”

-Atos 4:4   “Muitos porém, dos que ouviram a Palavra, creram, e chegou o número desses a quase cinco mil.”

- Atos 5:14   “A multidão dos que criam no Senhor, tanto de homens como de mulheres, crescia cada vez mais.”

- Atos 6:7  “De sorte que crescia a Palavra de Deu, e em Jerusalém se multiplicava rapidamente o número dos discípulos.”

Nenhuma perseguição, aflição, banho de sangue, torturas – deteve a marcha da Igreja militante.
- Cada soldado da Cruz, que tombava no campo de batalha, que derramava seu sangue no martírio; mais linda a Igreja ficava:
Mateus – foi martirizado na Etiópia
Marcos – foi arrastado por um animal na Alexandria
Lucas – foi enforcado numa oliveira na Grécia
João – caldeira de óleo...Patmos....morre em Éfeso
Tiago, o menor – Lançado do Templo em Jerusalém
Filipe – enforcado na região da Frigia
Bartolomeu – foi esfolado vivo
Tomé – morreu pregado em uma cruz e pregou até o fim
André – foi atravessado por uma lança
Judas, o Tadeu – foi morto a flechadas.
Simão, o Zelote – foi crucificado na Pérsia.
Pedro – foi crucificado de cabeça para baixo
Tiago – foi morto a espada por Herodes  Agripa.
Paulo, o grande apóstolo das gentes – foi decapitado em Roma

1 Pe 4.14  “Se vocês são insultados por causa do Nome de Cristo;  felizes são vocês,   pois o Espírito da glória, o Espírito de Deus repousa sobre vocês.”

Quanto maior  a dor e o sofrimento, quanto mais arde o sol das aflições – deixando a pele morena....Mais a Glória de Deus se manifesta na face da Igreja.

- O fogo das provações revela a formosura da Igreja – Estevão – At 6.15  “Olhando para ele, todos os que estavam sentados no Sinédrio viram que o seu rosto parecia o rosto de um anjo.”

Nossa Fé é provada no fogo das aflições:
– 1 Pe 1.6,7  “Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados por todo tipo de provação.  Para que a prova da vossa Fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória na revelação de Jesus Cristo.”

Concluindo: 
Quanto maior o sofrimento, maior será a glória
2 Tm 2.12  “Se sofrermos, também com Ele reinaremos...”
- Rm 8.17   “E se nós somos filhos, somos logo herdeiros também, herdeiros de Deus e co-herdeiros de Cristo:  Se é certo que com Ele padecemos,  para que também com Ele sejamos glorificados.”

- Lucas 24.26   “...convinha que o Cristo padecesse e entrasse na sua glória.”

Nenhum comentário: