sexta-feira, 10 de outubro de 2008

ALTAR, TENDA E UM POÇO

ALTAR, TENDA E UM POÇO

“Isaque costruiu um altar ali e adorou a Deus, o Senhor. Armou a sua tenda naquele lugar, e ali os seus empregados cavaram um poço.”
Gênesis 26:25


Introdução:
- Os patriarcas da nação israelita, tinham vocação nômade.
- Foram peregrinos em diversos lugares.
- É interessante notar, que em todo lugar em que paravam – eles faziam tres coisas:
1ª) Edificavam um altar 2ª) Armavam sua tenda 3ª) Cavavam um poço

- Gostaria que cada de nós, na grande peregrinação da vida possa também proceder assim.
- Se posso contextualizar esta passagem BÍBLIA, diria:

1. PRIMEIRO O ALTAR – ISAQUE EDIFICOU UM ALTAR
a) Nossa vida de devoção a Deus deve vir primeiro de tudo –
Mt 6:33
b) Falhamos em não pensar em Deus ou em deixá-lo em último lugar – Sl 16:2
c) Olvidamos o fato – Que uma vida feliz começa no Altar – “O homem só é grande, quando está ajoelhado aos pés do Senhor” (John Bunyan)
d) Somos covidados para a edificação de altares (3 pelo menos)


2. EM SEGUNDO LUGAR ARMAVAM A TENDA – ISAQUE ARMOU UMA TENDA
a) A família aqui está em foco
b) Felizes os que com amor edificam seu lar – Sl 127:1
c) Vivemos dias do esfacelamento das famílias – Js 24:15
d) Armemos nossas tendas com cordas fortes: As amarras do amor, do diálogo e do entendimento
e) “Nenhum sucesso é justificável – quando há fracasso no lar”
f) Mc 2:1 – “E soube-se que Jesus estava em casa”


3. ISAQUE, EM TERCEIRO LUGAR CAVOU UM POÇO
a) Estamos na terra, com a linda missão dada por Deus para servir ao próximo.
b) Milhares de homens, desejaram entrar para a História – colocando seus nomes em pedestais opulentos... Abraão, Isaque e Jacó – fizeram História, porque cavaram poços (A geração de seu tempo e as futuras foram grandemente beneficiadas)....................(fale do valor de um poço no Oriente.....Talvez você não avalie o valor, aqui no Ocidente)

c) Ilustração: No antigo Oriente, existiam dois irmãos – Amede e Omar. Desejavam realizar algum feito, que pudesse perpetuar-lhes a memória.
Omar, erigiu um grande e lindo obelisco, e ali gravou seu nome e seus feitos.
Amede – cavou um poço no deserto, e plantou ao redor dele algumas palmeiras. Depois de algum tempo, o lugar tornou em um esplêndido Oásis, onde os beduínos cansados recebiam refrigério no meio do deserto.

Esta História ilustra dois projetos de vida. O primeiro consistiu na busca de um grande nome apenas. O segundo, nos ensina, que somente através do amor – podemos nesta vida propiciar descanso, conforto e refrigério aos nossos semelhantes

Conclusão:
• Construa um altar – seja um adorador
• Arme a tenda – cuide de tua família
• Cave um poço – seja uma benção neste mundo

Pr. Marcos Antonio

.

3 comentários:

Marcelo disse...

Caro e amado irmão

Encontrei seu blog a porco tempo, tenho me dedicado a ler seus comentários e usado para inlustrar os meus ensinos na igreja onde eu congrego.

Desejo que Deus continue te abençoando, e que a graça de Jesus seja por toda sua familia.

Paz!!

Diácono Euripedes.

FIlipe disse...

Prezados irmãos
Primeiramente, vale acrescentar que há algum tempo eu me interesso pelas diversas abordagens que as religiões e Igrejas em si, utilizam sobre como se deve viver. Como biólogo, estou muito ligado ao meio ciêntífico porém sempre tive uma formação religiosa, que segundo a vontade e predestinação de Deus, se deu na Legião da Boa Vontade. Sendo assim, nunca pude entender ciência sem religião e vice versa já que aprendi que ambas são ramos da mesma verdade que é Deus que por sua vez é amor.(Fugi um pouco ao foco =) )

Neste momento, vinha fazendo uma pesquisa habitual no google, onde gosto de buscar me aprofundar em assuntos com os quais esbarro no dia-a-dia e etc... Veio a acontecer que por acaso abri este blog e vi uma mensagem que aborda o tema que mencionei ( como se deve viver) e desta forma fiquei realmente feliz de testemunhar que a realidade de que só se pode ser feliz fazendo felizes os nossos semelhantes está sendo difundida em outras escolas da religião, afinal, somos todos ovelhas de um único pastor que é Jesus.
Um abraço e boa sorte em todas as tuas jornadas de trabalho digno.

Filipe da Silva Rangel pereira

Anônimo disse...

Muito bom, embora essa passagem tenha muitos significados. =]