quarta-feira, 31 de março de 2010

PRINCÍPIOS QUE NÃO DEVEMOS ESQUECER NA VIDA DE ORAÇÃO















Jesus nos ensina princípios sobre a vida de oração, na memorável e modelar Oração do Pai Nosso - (Mt 6:6-15):

1. O princípio da paternidade divina – Pai Nosso

Somos filhos (1 Jo 3:1), Somos da Familia de Deus (Ef 2:19), Ele é o Nosso Pai, e como filhos podemos falar com Ele (Mt 6:9)

2. O princípio da Autoridade divina – Ques estás nos céus

Quando reconheço que o Senhor está acima de tudo, podemos suplicar suas bençãos e seu cuidado (Sl 121:1,2)(Jó 42:1,2)

3. O princípio da Reverencia – Santificado seja o teu Nome

Nenhuma oração é eficaz quando se desreipeita o sagrado, quando não se reverencia o Nome do Senhor (Ex 20:7)

4. O princípio da Prioridade – Venha o teu Reino

Jesus nos mostra que antes de pedirmos qualquer coisa para nós, devemos ter em nossa escala de prioridades o seu Reino (Mt 6:33)

5. O princípio da Submissão – Seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu

Devemos estar preparado para a resposta que Deus pode nos dar quando oramos: Ele pode dizer: Sim, não e espere. Entender e aceitar esta verdade é submeter-se a sua Soberania, sabendo que Ele sempre fará o melhor por seus filhos (Rm 8:28)

6. O princípio da Providencia – O pão nosso de cada dia dá-nos hoje.

Estejamos sempre convictos de seu cuidado para conosco (1 Pe 5:7), e que sempre suprirá todas as nossas necessidades (Fp 4:19)(Ex 23:25)(Sl 23:1)(Sl 37:25) (Hb 13:5)


7. O princípio do Perdão recíproco – Perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores

Um terrível engano é pensar que podemos vivenciar o perdão divino, enquanto cheios de ressentimentos e rancores, não perdoamos quem nos ofende. O texto bíblico é claro, o Senhor está nos dizendo que somos alcançados pelo seu perdão, quando há reciprocidade de nossa parte com relação aos nossos deverdores (Mt 6:14,15)

8. O princípio da confiança na Proteção divina – E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal

Sabemos que enquanto estivermos neste corpo do pecado, somos constantemente tentados pelo mal. Devemos, portanto, vigiar (1 Co 10:22) e suplicar pela proteção e pelo livramento de Deus (Jd 24)


9. O princípio da Adoração verdadeira - Porque teu é o reino, e o poder e a glória para sempre. Amém!

Pastor Marcos Antonio

Nenhum comentário: