quarta-feira, 7 de novembro de 2012

SERVIDÃO NÃO, SERVIÇO SIM!




1.  Fomos resgatados do mundo de pecado para servir a Deus

O apóstolo Paulo fala em 1 Tessalonissenses 1.9,10,  que fomos salvos para dois grandes propósitos: Servir e Esperar.     ...e como dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir ao Deus vivo e verdadeiro,    e esperar dos céus a seu Filho, a quem ressuscitou dos mortos, a saber, Jesus, que nos livra da ira futura.
O momento da conversão marca a entrada no Serviço do Senhor. (At 9.6)
 Quando fomos salvos, não ingressamos em uma espécie de disneylandia espiritual . Estamos na neste mundo para os grandes empreendimentos no Serviço do Senhor.  O Senhor da Obra conta conosco (Is 6.8) ( Mt 21.28).  
Não importa onde e como Ele deseja nos usar; que nos rendamos ao seu chamado, pois, para isto fomos salvos. Portanto, ponhamos a mão ao arado e não olhemos para trás.   Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o Reino de Deus (Lc 9.62)

2.  Antes servidão, agora serviço

Há uma grande diferença entre estes dois termos: servidão e serviço.  Enquanto serviço é labor, trabalho; servidão significa escravidão, trabalho forçado. 
Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. (Ex 21.2)
Ao chamar Moisés para a grande missão de liderar o povo de Israel, tirando-o da servidão, deixou claro o propósito desta libertação:  Serviço
Certamente Eu serei contigo, e isto te será por sinal de que Eu te enviei:  quando houveres tirado este povo do Egito,  servireis a Deus neste monte. (Ex 3.12)
De igual modo como Igreja resgatada pelo Sangue (1 Pe 1.18,19), fomos salvos da servidão do pecado para servirmos hoje a Cristo (Rm 6.16-18)
Que linda é a maravilha da Salvação em Cristo, que nos tirou da servidão do pecado e nos deu serviço em sua Obra (1 Co 15.58)

Como devemos servir a Deus:
§        Devemos servir a Deus exclusivamente  (1 Sm 7.4)
§        Devemos servir a Deus com um coração perfeito e alma voluntária (1 Cr 28.9)
§        Devemos servir ao Senhor com temor (Sl 2.11)
§        Devemos servir a Deus em novidade de espírito (Rm 7.6)
§        Devemos servir a Deus com alegria (Sl 100.2)


3.  Quatro propostas do diabo, para que não sirvamos a Deus:
       No livro do Êxodo, temos o registro de como Faraó tentou de todas as formas impedir que Israel, deixasse o Egito, para servir unicamente a Deus.
Faraó fez algumas malignas propostas.  De igual modo, o Faraó de nossos dias, o diabo, faz-nos as mesmas propostas, para nos deter no Egito espiritual, este mundo de pecados:

   a)Sirva a Deus sem perder o vínculo com o mundo 
Então clamou Faraó a Moisés e a Arão e disse:  Ide e sacrificai ao vosso Deus nesta terra (Ex 8.25)
Sabemos que a amizade com o mundo é inimizade com Deus (Tg 4.4)

b)Sirva a Deus, mas seja um cristão que não progride na vida espiritual
Então, disse Faraó:  Deixar-vos-ei ir, para que sacrifiqueis ao Senhor, vosso Deus, no deserto;  somente que indo, não vades longe...(Ex 8.28)
Seja o nosso desejo de irmos longe na santificação (Ap 12:11),  na oração (1 Ts 5.17),  no estudo da Biblia (Jr 15.16),  na evangelização (At 1.8), na adoração (Jo 4.20-24)

 c)Sirva a Deus, mas não te importes com a salvação de tua família
Quais são os que hão de ir...E Moisés disse:  Havemos de ir com nossos meninos e com os nossos velhos,  com os nossos filhos, e com as nossas filhas...(Ex 10.8,9)
Não sosseguemos, até vermos toda nossa casa salva por Jesus, pois esta benção é promessa  bíblica (At 16.31)

d)Sirva a Deus, mas sem ofertar e dizimar
Então, Faraó chamou a Moisés e disse:  Ide, servi ao Senhor, somente fiquem vossas ovelhas e vossas vacas...(Ex 10.24)
Sirvamos a Deus com tudo que somos e temos (Sl 103.1,2), honrando ao Senhor sempre com as primicias de toda a nossa renda (Pv 3.9), sendo fiéis nos dízimos e nas ofertas para sua Obra (Ml 3.8-10)

O querido amigo,  pastor Abraão de Almeida, contou-me que certo dia  foi convidado para o aniversário de um amigo,  um querido irmão presbiteriano.  
Para externar seu carinho e seu apreço, levou um presente ao aniversariante.   Mas, este irmão era tão fiel a Deus em seus dízimos; que logo ao receber o presente,  perguntou reservadamente ao pastor Abraão:
- Meu caro irmão, seria possível saber o valor deste presente ?  Sei, que não é usual procurar saber isto. Mas, por favor meu irmão, eu preciso saber para entregar o dízimo que pertence a Deus!


4. ASPECTOS SINGULARES DE NOSSO SERVIÇO A DEUS

a) O Serviço Sacerdotal
...sacerdócio santo, para oferecerdes sacrifícios espirituais, agradáveis a Deus, por Jesus Cristo. (1 Pe 2.5)
Nosso serviço sacerdotal é fundamental para termos uma vida cristã abençoada.   Este serviço a Deus, relaciona-se primeiramente com o nosso dever devocional de oração, louvor e adoração.

b) O Serviço Promocional
Que pregues a Palavra...(2 Tm 4.2)
Fomos chamados para promover o Reino de Deus na Terra, proclamando o Evangelho de Cristo a toda a criatura (Mc 16.15)(At 1.8)

c) O Serviço Social
E não nos cansemos de fazer o bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. (Gl 6.9)
E vós irmãos, não vos canseis de fazer o bem. (2 Ts 3.13)
A religião pura e imaculada para com Deus, o Pai, é esta:  Visitar os orfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção deste mundo.(Tg 1.26)

d) O Serviço Celestial
...e os seus servos o servirão (Ap 22.3)
Quem imagina que no Céu deixaremos de servir, engana-se grandemente.  A Palavra de Deus nos revela que haverá serviço a Deus por toda a eternidade.
Sem dúvida, serviremos ao Senhor com nossos louvores e com a nossa adoração.

CONCLUSÃO:

Sirvamos a Deus e ao próximo, movidos pelo mesmo sentimento que houve em Cristo Jesus (Fp 2.5), que despido de toda a arrogancia humana, serviu com humildade e despreendimento, porque servia por amor (Jo 13).

Pastor Marcos Antonio

Nenhum comentário: