terça-feira, 1 de julho de 2008

TESTEMUNHOS DE FÉ

UM TESTEMUNHO MUITO EDIFICANTE


Contou-me o pastor Antonio Gilberto, do que ocorreu aqui nos Estados Unidos, com um pastor amigo seu. Este, encontrava-se em viagem, atendendendo reuniões do Concílio das Assembléias de Deus. Quando estava no término das reuniões, telefonou para sua esposa e lhe disse:

- Querida, amanhã estarei com voce por volta do meio dia, para o almoço. Querida, comigo estão indo tres pastores. Por favor, arrume o quarto de hóspedes e monte tres camas. Ah, prepare o almoço para mais tres.

- Está bem querido, tudo estará arrumado quando voces chegarem amanhã ao meio dia. - Respondeu sua esposa.

Pela manhã do dia seguinte, o inesperado ocorre. Ela não consegue mover-se da cama, sente-se muito enferma e fraca. Tenta sair da cama, mas, não tem forças para mover-se. São 8 horas da manhã. Preocupada clama ao Senhor:

- Meu Deus, meu esposo chegará hoje ao meio dia com mais tres pastores. Preciso montar tres camas no quarto de hóspedes e ainda preparar o almoço para eles. Mas, Senhor, sinto-me fraca e muito enferma. Ajuda-me Senhor !

Ao término desta oração, ouve alguém bater a porta. Com muita dificuldade abre a porta e recebe uma mulher com um sorriso na face, que foi logo dizendo:

- Eu vim para ajudar voce!

A irmã surpresa, mesmo sem conhece-la, sentiu confiança em recebe-la, pois algo de Deus em seu coração, testemunhava que poderia confiar. Disse para a visitante inesperada:

- Minha irmã, encontro-me muito doente. E, meu esposo chegará hoje ao meio dia, com mais tres pastores. Preciso limpar a casa, montar tres camas no quarto de hóspedes e preparar-lhes o almoço, por certo chegarão com muita fome.

Imediatamente, a irmã visitante disse-lhe:

- Fique tranquila, deite-se e repouse. Voce precisa descansar. E, deixe todo o trabalho comigo.

Logo, que deita-se, dorme profundamente. Pouco antes do meio dia acorda-se. Sente-se melhor e levanta-se, e chama a irmã que veio para ajudá-la:

- Irmã, eu já me sinto melhor, onde está voce...

Porém, ninguém responde. Ela concluiu que a irmã certamente já tinha ido embora.

Notou que a casa estava toda arrumada e limpa. Foi ao quarto de hóspedes e viu quatro camas montadas, e disse:

- A irmã quis me ajudar mesmo, e acabou trabalhando demais. Se enganou, montou uma cama a mais.

Vai até cozinha, nota que o almoço está pronto e que a irmã arrumou em vez de mais tres pratos e tres talheres, quatro pratos e quatro talheres.

- A irmã trabalhou muito mesmo, mas se enganou. Eu disse a ela que meu esposo está trazendo com ele tres pastores.

Mas, fica intrigada com uma coisa: Nota que a casa está com todas as janelas com cadeados e as portas que dão acesso para fora, também trancadas, com as chaves na fechadura pelo lado de dentro. Ela pensou admirada:

- Meu Deus, por onde a irmã saiu...

Enquanto fala consigo, seu esposo bate a porta. E chega desculpando-se:

- Querida, não tive como te avisar, mas vieram comigo quatro pastores e não tres como eu havia dito.

Sua esposa conta tudo o que houve, e todos se alegram no Senhor, concluindo que em resposta ao clamor a Deus, um anjo foi enviado para trazer ajuda.

Pr. Marcos Antonio

Nenhum comentário: